Breaking

Literatura | Conto | Amando na terceira idade.

     Mais uma semana inicia, Elvina vive sozinha desde que separou de seu marido Jorge depois de muito tempo ela se cansou de morar sozinha e resolveu arranjar um companheiro. Seu companheiro tinha idade bastante avançada e não demorou muito faleceu, voltou a solidão na casa da mulher. Mas uma coisa ela sabia cidade pequena no interior todos se conhecem, isto deixava ela menos solitária, na rua onde morava era muito conhecida, e todos gostavam dela, a mulher tinha 04 filhos que viviam distantes dela, desde que casaram quase não visitavam a mãe e ela como tinha mais idade não gostava de viajar assim passavam muito tempo sem se verem, as crianças da rua gostavam de sentar na calçada e ouvir as histórias antigas da família que ela sempre contava relembrando os tempos antigos em que morava na zona rural junto com sua família.
Entre as crianças que escutavam as histórias de Vina como todos a chamavam estava Lavínia que era muito sapeca e gostava muito de dançar, sempre ficava perguntando porque a mulher ficava sozinha, ela explicava que era preciso, muito curiosa a menina perguntou você não se casa porque, arranje um marido assim deixa de morar sozinha, a mulher sentia vergonha da criança pensava ser um incomodo pra criança ouvir suas histórias, decidiu perguntar acha que tenho capacidade de conseguir marido na idade que estou Lavínia, ela sorrindo respondeu claro que sim é muito nova ainda e bonita, minha avó tem 86 anos e ainda namora, ela é feliz sabia? Quando arranjar um namorado vai ver como será feliz, eu aposto que vai ficar uma noiva muito bonita. Menina deixa isto para lá não posso namorar, estou velha, nunca mais diga isto.
Lavínia apesar de ser criança tinha uma imaginação fértil, tratou de falar com suas coleguinhas iriam conseguir um casamento para a mulher que contava histórias de amor dos tempos antigos. As crianças da rua andaram sondando vários homens do grupo da terceira idade, Vina nunca ia nas reuniões que o grupo fazia na cidade, todos os fins de semanas tinham forrós, daí a ideia das meninas vamos levar ela no forró, mas ela não aceitou, resolveram então levar o grupo na casa dela, conversaram com a responsável pelo grupo que aceitou o convite acreditando ser de Vina. Pela manhã na sexta feira a menina sentou na calçada e ficou ouvindo as histórias da mulher, então resolveu falar olha o grupo da terceira idade hoje vem nesta rua vai visitar uma senhora aqui, disse e saiu correndo. Sem entender nada a mulher continuou a contar suas histórias, mas a tarde quando assistia sua novela chamaram na porta era várias mulheres e homens que cantavam alegremente e tocavam instrumentos. Meio perdida ela convidou a entrarem e acomodarem depois de muita conversa e cantoria foram embora, ao sair um senhor que aparentava uns 70 anos disse eu preciso conversar com você outro dia eu volto, mas falar o que? Depois eu volto, ela ficou pensativa, mas depois esqueceu passado os dias o senhor voltou era Plínio ele chegou alegre era bem bonito magro moreno cabelo grisalhos e tinha uma voz linda. Ao demonstrar seu interesse pela mulher ela assustou, como pode dizer isto sou uma velha, que nada está é muito bonita, quero casar com contigo vivo só, sozinha eu também sou que mal há nisto. Depois de vários dias de visitas e muita conversa resolveram namorar Lavínia toda serelepe disse gostou do namorado que consegui para você, Vina ficou furiosa, disse adeus a Plínio que não aceitou e lutou pelo amor da mulher estava apaixonado. Passados uns meses decidiram se casar. Os moradores da rua uniram e fizeram uma festa bonita com muita dança e comida para todos, tinha muitos doces frutas e churrasco, a noite fecharam a rua e dançaram o forró da terceira idade. A mulher que achava impossível amar depois dos 65 anos sentiu o quanto o amor fazia bem, agora tinha um companheiro alguém com quem dividir tudo, estava muito feliz com seu amor. Tinha muito a agradecer as crianças da rua, e desde então todas as tardes o casal sentava na porta de casa e contava histórias agora não mais as antigas, mas as novas histórias de amor que estavam vivendo. 

Texto escrito por Luzia Couto. Direitos Autorais Reservados a autora. Proibida a cópia, colagem, reprodução de qualquer natureza ou divulgação em qualquer meio, do todo ou parte desta obra, sem autorização expressa da autora sob pena de violação das Leis Brasileiras e Internacionais de Proteção aos Direitos de propriedade intelectual.


Busque por Tag

. desejo ardente # você sabia #2016 #a discussão das frutas #a distancia #a família que fazia pães. #a professora da zona rural #a viagem de Vitor #açucar #adrielli #água #ajuda #ajuda. #alimentação #amor #amor criança. #amor em família #amor forte #amor que morre #amor# essencia #amor#saudade #amores. #Artigo #aventura #aventura # no # bosque #aventuras #aventuras. #beleza #beleza. #beleza.#curiosidades. #bicarbonato #boas festas. #brasileira #buquê #buquê de rosas#e crisântemos.# #cabelos #cereais #céu sem estrelas #chá caseiro #chuva. #comportamento #Compositora #conto #contos #contos. #contos#historias#romances#aventuras#ficção #contos#historias#romances#aventuras#informação #contos#historias#romances#aventuras#informação. #contos#historias#romances#aventuras#informação#ficção #coração sofredor #coração solitário #corações #culinaria #curiosidade #curiosidades #curiosidades. #curiosidaes #diante do sol #dica #dicas #dicas #curiosidades #dicas. #dicas#culinária #doce olhar #Doiscaminhos #escritoraluziacouto #estrada. #ficção #ficção. #flores #flores. #fogodas paixões #folhas #guerras e paz #historia #historias #homenagem #incertezas #incertezasrazões #infância #informação #insônia #jardim. #lembranças #liberdade #limão. #litaratura #literartura #literatura #livros #luziacouto. #maio #maquiagem #maquiagem. #Maranhão #Maria #Matéria #mensagem #mesmo que eu peça #milagre #mulher #mulher. #Música #natal #natureza #nobre coração #noite #noivas#maria #o homem que dizia não acrediatr em Deus #olhos #onde mora a saudade #os olhos apaixonados #papel alumínio #pedras no caminho #pensamentos #pensamentos2 #pensando #poema #poesia #pratos #prosa #receita #receitas #receitas #dicas#culinária #reflexão #romance #romance. #romances #romances. #romances.. #rosa #roxa # orvalhada #rosas #roseiras em aquarela #saúde #saúde.#contos. #sementes #sentimentos #sol #solidariedade. #sonhos #tempo. #terceira idade #terra #tipicos#Minas #truque #truques #truques. #uso #verão #versos #vida #vinagre #você sabia #você sabia. #Vulcão A saga do heróico povo brasileiro Alegria no porvir Alimento Alimentos Amigo fiel Amigos amor Amor de aço Amor de vida Aos nossos leitores arte avenida brasil bienal do livro em Aracaju Blogosferas BlogUpp BlogUpp the best of world Bravo sertanejo Brazil Tony Casanova Brazilian Literature careteira de habilitação Choro da liberdade cnh Conto Conto A mala de Juca Pitão crônica cultura Descrição da vida Dica Dicas para leitores Esperança Estória etiquetas sociais para redes sociais Falsidade Ficção formula formula do amor Humor Indicados Informações úteis Isabella literartura literatura Mãe é assim Melhor blogosfera Meninos de Aracajú Menopausa Milho Minha cor minha flor Minha princesa encantada novela das nove o que eles precisam saber sobre elas opinião Perfeita Plumas da alma poema no limiar da primavera poesia Poet of Sergipe Por quem chora a vela Prosa qual imagem voce deixa de si mesmo Rosa do desejo Selma Mendonça será? Sonhos largados Telenovela avenida brasil Tempo Texto texto tudo começa no primeiro gole Valdira Figueiredo Egoismo Verso vida Voto o quarto poder