Dicas | Suco de Manga e seus benefícios.

A manga é um fruto tropical que você deve incluir na sua dieta alimentar porque proporciona vários benefícios à saúde. A fruta, cultivada em climas tropicais ao redor do mundo, tem sido parte da dieta há mais de 4.000 anos. O Suco de Manga contém vitaminas, minerais é outros nutrientes essenciais para uma boa saúde, tais como ácido málico, ácido tartárico e pequenas quantidade de ácido cítrico. Esses ácidos são bons para o aparelho digestivo e evitando-a indigestão e acidez.
Além de seu sabor de dar água na boca, O Suco de Manga possuir vários outros benefícios para saúde e para a beleza. Então, vamos dar uma olhadinha nos 10 Benefícios do Suco de Manga Para Saúde.

Suco de Manga Ajuda na Prevenção do Câncer: O Suco de Manga é rico em diversos compostos antioxidantes, estes compostos são considerados eficazes na redução dos riscos do câncer de mama, do cólon, da próstata e leucemia. Além disso, A fibra ‘pectina’, presente na manga, também desempenha um papel importante nesta função.
Suco de Manga ajuda na Prevenção do Asma: Os riscos no desenvolvimento de asma são mais baixos em pessoas que consomem uma grande quantidade de certos nutrientes. Um desses nutrientes é o beta-caroteno, encontrado na manga, mamão, damasco, brócolis, melão,abóbora e cenoura.
Suco de Manga ajudar na Digestão: O Suco de Manga é uma excelente fonte em fibras e água, estes compostos ajudam a prevenir a constipação e promovem a regularidade no sistema digestivo. tornando-o saudável.
Suco de Manga Fortalece o Sistema Imunológico: A Vitamina C. é famosa por fortalecer o sistema imunológico, atuando na prevenção de doenças; além disso, esta vitamina possui ação antioxidante, aumenta a resistência dos ossos, dentes e tendões; e é um importante suplemento para os portadores de câncer.
Suco de Manga ajuda a Reduz os Níveis do Colesterol: O Suco de Manga fornece ao seu corpo um quantidade suficiente de vitamina C. Além disso, a combinação entre vitamina C e pectina ajudam na redução dos níveis do colesterol sérico, especialmente lipoproteína de baixa densidade.
Benéfico do Suco de Manga para Anemia: O Ferro é um dos nutrientes mais significativos; sua deficiência pode levar a vários problemas de saúde graves, incluindo anemia. Você pode fornecer seu corpo uma quantidade notável de ferro com o consumo regular, através de apenas um copo de Suco de Manga todos os dias.
Suco de Manga Controla a Pressão Arterial: O potássio presente no Suco de Manga é essencial para o bom funcionamento do coração, músculos e nervos. É também bom para a manutenção da pressão sanguínea normal, devido à presença do potássio e magnésio. Além disso, o Potássio ajuda no funcionamento correto do coração e também mantém a pressão sanguínea normais. além de equilibrar os líquidos no corpo.
Suco de Manga é benéfico Para diabéticos: A diabetes pode causar hipertensão, resistência à insulina e níveis elevados de colesterol no organismo. O Suco de Manga ajuda a manter a pressão sanguínea em níveis normais e também reduz os níveis de LDL no corpo. Além disso, ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue, mantendo os níveis de insulina no intervalo normal.
Benefícios do Suco de Manga Para olhos: O Suco de Manga é uma boa fonte de vitamina A. portanto, consumindo-o é uma excelente maneira de fornecer a quantidade suficiente de vitamina para o corpo. Isto ajuda na prevenção de vários problemas dos olhos tais como a cegueira noturna, olhos secos e assim por diante.
Benefícios do Suco de Manga Para Pele: O Suco de Manga é excelente para a pele também, por ser excelente fonte em nutrientes essenciais. Além disso, Você pode aplicar polpa de manga em sua pele e tratar vários problemas de pele como acne, espinhas e outros problemas de pele. Tudo que você tem a fazer é aplicar a polpa em sua pele e esperar por cerca de dez minutos. Em seguida, lave a pele com água morna. Fazendo isso regularmente lhe dará resultados positivos dentro de alguns dias. Isso também melhora a aparência da sua pele.

Dicas | Máscara de abacate para hidratação caseira.


Amigas essas dicas funcionam mesmo são de baixo custo você pode fazer em casa no seu conforto enquanto cuida de seus afazeres.


Dicas de hidratação caseira para seus cabelos.
Máscara capilar de mel.   
03 colheres de mel
02 colheres de azeite extra virgem
03 colheres de leite
½ abacate amassado.

Misture bem os ingredientes e passe nas mechas de cabelo da raiz as pontas massageando bem, coloque uma touca e deixe agir por 30 minutos depois lave seus cabelos como de costume.
Esta máscara de mel da brilho deixa seus cabelos macios e sedosos.


Máscara de abacate.


01 abacate inteiro amassado
02 gemas de ovos,
02 colheres cheias de mel
02 colheres de óleo de coco
Amasse bem e misture os ingredientes e passe nos cabelos mecha por mecha da rais as pontas massageando bem, coloque uma touca e deixe agir por 30 minutos , depois lave seus cabelos como de costume.
Esta máscara de abacate hidrata e trata os fios, dando vida, brilho e maciez.

Dicas | Como prevenir doenças nos rins.

Apenas 150 gramas muito bem distribuídos em 12 centímetros de altura. Apensar de parecer pouco, principalmente quando comparados a pulmões e fígado, os rins são responsáveis por funções vitais no organismo. E, quando esses pequenos notáveis convalescem, é encrenca na certa: a doença renal crônica (DRC), mal que não costuma avisar sobre sua existência, destrói as estruturas renais até chegar ao ponto em que o órgão para de funcionar.

Apesar de ser caracterizada como uma doença silenciosa, a DRC pode dar alguns sinais. No entanto, quando eles aparecem, costuma ser tarde demais. "O rim é um órgão muito resistente, e esses sintomas só vão se manifestar nos estágios 4 e 5 do problema, quando ele está muito avançado", conta o nefrologista Leonardo Kroth, da Sociedade Gaúcha de Nefrologia. Além de só surgirem em situações extremas, muitas dessas manifestações tendem a ser confundidas com outras enfermidades. Daí a importância de sempre visitar o médico e pedir os exames que detectam as alterações indesejadas nos filtros do corpo humano.

Quando a DRC bate à porta.
E se a pessoa descobrir que seus rins não estão trabalhando como deveriam? "Ela precisa se consultar periodicamente com um nefrologista, fazer exames com regularidade, cuidar muito bem da pressão arterial e da glicemia, além de outras modificações que ocorrem na doença renal, como mudanças nos níveis de cálcio e fósforo", atesta Marcos Vieira, diretor clínico da Fundação Pró-Rim, em Santa Catarina.

Nos casos em que a DRC progrediu além da conta e os rins perderam grande parte de sua capacidade de eliminar a sujeira do organismo, o indivíduo pode optar por dois caminhos: receber o rim de algum doador compatível ou seguir para a diálise. "Ok, alguns pacientes não têm condições clínicas de realizar um transplante. Mas, nos demais, esse é o tratamento de preferência", esclarece Vieira.

No entanto, a ausência de alguém que esteja apto a doar um de seus rins faz com que a maioria dos convalescentes siga para a hemodiálise, quando uma máquina substitui as principais funções que eram realizadas pelo aparelho excretor. Algumas atitudes simples podem eliminar muitos desses transtornos. Confira a seguir como manter essa dupla a todo vapor.

Diabete e pressão na rédea curta.
Quando esses marcadores estão em níveis exagerados, a probabilidade de desenvolver a DRC é ainda maior. Além da aterosclerose, a formação de placas de gordura, sobretudo na artéria renal, há uma sobrecarga do trabalho de filtração dos rins. "E a incidência dessas duas doenças vem aumentando nos últimos anos, algo agravado pelo envelhecimento da população, além de sedentarismo e obesidade", diz Gianna Mastroianni, diretora do Departamento de Epidemiologia e Prevenção da Sociedade Brasileira de Nefrologia. Nos casos em que o estrago já foi feito, a primeira medida é ficar de olho na pressão e no diabete.

De bem com a balança

Manter-se no peso ideal também é uma regra de ouro para seguir com os rins a mil. Indivíduos com o índice de massa corporal (IMC) nos parâmetros saudáveis ficam protegidos dos pés à cabeça e, nesse pacote de benesses, os filtros naturais saem ganhando. "Hoje em dia, existe uma epidemia mundial de obesidade. O excesso de peso leva à hipertensão e ao diabete. Quando hábitos saudáveis são adquiridos, o risco de sofrer com um problema no rim é bem menor", destaca o nefrologista Nestor Schor, da Universidade Federal de São Paulo.

Alimentação equilibrada, rins a salvo

Tomar cuidado com o excesso de gordura e ingerir alimentos ricos em vitaminas e fibras vai colaborar bastante para a manutenção das funções renais. Quando o indivíduo já sofre com a DRC, é provável que seja obrigado a fazer algumas mudanças em seu cardápio. "Aí é importante adotar uma dieta com menor quantidade de proteína para evitar a sobrecarga renal", afirma Marcos Vieira. Esse menu deve ser avaliado pelo médico e por um nutricionista.

Analgésicos só com orientação

Remédios só deveriam entrar em cena com a indicação de um especialista. Até mesmo quando aparece aquela simples dor de cabeça, fuja da automedicação. Na hora, ela pode até ser solucionada, mas, a longo prazo, quem pode sofrer são seus rins. "Tanto os analgésicos quanto os anti-inflamatórios são capazes de prejudicá-los, se tomados em excesso, porque favorecem a ocorrência de doenças renais", alerta Nestor Schor. Procure sempre orientação médica para identificar o causador do incômodo e debelá-lo da melhor maneira possível.

Devagar com a bebida

Quando ingerido com parcimônia, o álcool pode até beneficiar o trabalho dos rins. Os experts chegam a recomendar uma ou duas doses bem pequenas. Porém, enfiar o pé na jaca não vai agradar aos pequenos filtros, que sofrem indiretamente. "Em excesso, o álcool pode causar hipertensão, que vai evoluir até gerar problemas renais", adverte o nefrologista André Luis Baracat. A bebida também causa prejuízos ao fígado, o que, em última instância, vai desembocar em um estrago nos rins.

Apagar o cigarro em definitivo

No personagem principal desta reportagem, a atuação do fumo é tão nefasta quanto em outras partes do corpo. E a explicação está no surgimento de pequenos bloqueios, as placas de gordura, que diminuem o calibre dos tubos por onde circula o sangue. Isso causa problemas de pressão que, por sua vez, levam à DRC. "Os rins são cheios de vasos sanguíneos. O cigarro desencadeia inflamações que prejudicam o órgão", destaca o nefrologista André Luis Baracat, do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo.

Dueto eficiente

Dois exames muito comuns checam o funcionamento renal. E melhor: médicos de qualquer especialidade podem requisitá-los.


Exame de sangue.
Ao medir o nível de creatinina, um resíduo originado da atividade muscular corriqueira, é possível calcular a quantas anda o trabalho de filtração dos rins. Quando os níveis da substância estão elevados, é sinal de que algo não vai bem.

Exame de urina.
Esse teste vai mostrar a presença de uma proteína, a albumina, no líquido amarelo. O composto orgânico não costuma aparecer no xixi, já que ele é retido quando chega aos rins. Porém, se existirem problemas, a albumina será liberada sem empecilhos.

Doenças preliminares.
Alguns problemas de saúde podem levar ao desenvolvimento da DRC

Diabete

Hipertensão

Glomerulonefrite (infecção no glomérulo)

Má-formação nos rins

Lúpus

Cálculo renal

Tumores

Infecções urinárias recorrentes.

Fique atento para estes sintomas. 


Cansaço

Insônia

Inchaço nos pés e tornozelos

Inchaço nos olhos

Nictúria (vontade de ir ao banheiro durante a noite)

Mau hálito

Mal-estar

Urina espumosa ou com sangue.

fonte http://mdemulher.abril.com.br/saude/saude/saiba-como-cuidar-bem-dos-rins

Dicas | Informação | Diabetes.

A má alimentação é um dos fatores que mais têm colaborado para o aumento do número de casos de diabetes na população brasileira. Dados do Ministério da Saúde de maio de 2012 revelam que no Brasil a população adulta atingida pela doença é de 5,6%, sendo mais mulheres (6%) do que homens (5,2%). Entre os idosos com mais de 65 anos, 21,5% sofrem com diabetes. O aumento de peso é um grande vilão na propagação da doença – a população brasileira acima do peso aumentou de 43% para 49% em cinco anos. Estudos comprovaram que o diabetes tipo II – também chamado de diabetes não insulinodependente ou diabetes do adulto, correspondente a 90% dos casos – está totalmente associado ao excesso de peso.
Em 2011 mais da metade da população brasileira estava acima do peso. Foram entrevistados 54 mil adultos em todas as capitais e também no Distrito Federal, entre janeiro e dezembro. O aumento das porcentagens de pessoas obesas e com excesso de peso atinge tanto a população masculina quanto a feminina. Em 2006, 47,2% dos homens e 38,5% das mulheres estavam acima do peso ideal. Atualmente, as proporções subiram para 52,6% e 44,7%, respectivamente. Das capitais do Brasil, o Rio de Janeiro é a quarta cidade com maior índice de diabéticos: 6,2% da população.

Manter uma alimentação saudável e praticar atividades físicas regulares são alguns dos grandes desafios para a população se manter longe do diabetes. O diabetes tipo II (cerca de 90% dos casos) ocorre geralmente em pessoas obesas, com mais de 40 anos de idade, embora atualmente atinja com maior frequência jovens, em virtude de maus hábitos alimentares, sedentarismo e o estresse da vida urbana. Em entrevista ao Informe ENSP, a nutricionista do Centro de Saúde Escola Sueli Rosa Gama – que coordenou atividades na ENSP em alusão ao Dia Nacional do Diabetes, comemorado em 27 de junho – falou sobre a importância de manter uma boa alimentação para evitar a doença, sobre os benefícios de ações de promoção da saúde em relação ao diabetes e sobre os perigos da doença, entre outros assuntos. Confira, abaixo, a entrevista.

Informe ENSP: Que alimentação é indicada para os diabéticos?

Sueli Rosa Gama:As pessoas diabéticas devem se alimentar com grãos integrais, hortaliças, leguminosas e frutas variadas; utilizar produtos lácteos de baixo teor de gordura; consumir mais carnes brancas que carnes vermelhas, em quantidades adequadas (duas porções por dia), e evitar carnes processadas; eliminar as gorduras trans, dando preferência a óleos e azeites; evitar farinhas refinadas e refrigerantes; e também reduzir ou retirar o açúcar simples, podendo substituí-lo pelos adoçantes. Tudo isso é indicado.

Realizar de quatro a seis refeições diárias, em horários regulares, para evitar sintomas de hipoglicemia ou hiperglicemia; consumir pouco sal, preferindo as ervas e especiarias para o tempero dos alimentos; ingerir água diariamente em quantidade adequada (6 a 9 copos por dia); e evitar o consumo de bebidas alcoólicas são medidas fundamentais para controlar a doença. Uma boa dica também é usar a pirâmide alimentar como modelo de alimentação saudável, utilizando todos os grupos alimentares nas proporções e porções, retirando o grupo dos alimentos ricos em açúcar simples.

Informe ENSP: Quais os perigos do diabetes?

Sueli Rosa Gama:O diabetes é uma doença que causa impacto na qualidade de vida dos indivíduos e de suas famílias em virtude de suas complicações e da mortalidade prematura. Causa inúmeros danos a diferentes órgãos e sistemas do nosso corpo. As doenças cardiovasculares são as principais complicações. Aumenta o risco de desenvolver doenças ateroscleróticas, doença isquêmica do coração, acidente vascular encefálico e doença arterial periférica. Também aumenta o risco de desenvolver insuficiência renal, retinopatia diabética, cegueira e ulcerações nos pés.

Informe ENSP: Quem são as pessoas mais propensas a ter a doença?

Sueli Rosa Gama: As pessoas obesas são as mais propensas a ter diabetes mellitus tipo 2, como evidenciaram e comprovaram vários estudos da literatura. Também, indivíduos com um elevado padrão alimentar, rico em carnes vermelhas e processadas, doces, batatas fritas e grãos refinados, como comprovado por estudos longitudinais. Ou, ainda, indivíduos com história familiar de diabetes mellitus 2, hipertensão arterial, baixo nível de colesterol HDL e elevados níveis de triglicerídeos também estão no grupo de risco para o desenvolvimento da doença.

Informe ENSP: Como evitar o diabetes?

Sueli Rosa Gama: intervenções preventivas efetivas relacionadas a mudanças de estilo de vida devem ser estimuladas para evitar o aparecimento da doença, como: redução do peso, de 5 a 7% em pessoas com sobrepeso e obesas; realização de atividade física moderada de forma regular; redução de 500 a 1.000 calorias na ingestão calórica diária; eliminação do consumo de gorduras trans; uso regular de gorduras poliinsaturadas (óleos, azeites); aumento do consumo de grãos integrais, hortaliças, leguminosas, frutas, produtos lácteos de baixo teor de gordura; e diminuição do consumo de carnes vermelhas, carnes processadas, refrigerantes e farinhas refinadas.

Informe ENSP: Qual é a diferença da classificação do diabetes (tipo 1 e tipo 2)?

Sueli Rosa Gama:O diabetes mellitus tipo 2, também chamado de diabetes não insulinodependente ou diabetes do adulto, corresponde a 90% dos casos de diabetes. Ocorre geralmente em pessoas obesas com mais de 40 anos de idade, embora na atualidade se veja com maior frequência em jovens, em virtude de maus hábitos alimentares, sedentarismo e o estresse da vida urbana. Nesse tipo de diabetes encontra-se insulina; sua ação, porém, é dificultada pela obesidade, o que é conhecido como resistência insulínica, uma das causas de hiperglicemia. Por ser pouco sintomático, o diabetes, na maioria das vezes, permanece por muitos anos sem diagnóstico e sem tratamento, o que favorece a ocorrência de suas complicações no coração e no cérebro, de acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes.

O diabetes mellitus tipo 1 é também conhecido como diabetes insulinodependente, diabetes infanto-juvenil e diabetes imunomediado. Nesse tipo de diabetes a produção de insulina do pâncreas é insuficiente, pois suas células sofrem o que chamamos de destruição autoimune. Os portadores de diabetes tipo 1 necessitam de injeções diárias de insulina para manter a glicose no sangue em valores normais. Há risco de morte se as doses de insulina não são aplicadas diariamente. O diabetes tipo 1, embora ocorra em qualquer idade, é mais comum em crianças, adolescentes ou adultos jovens.

Informe ENSP: Quais os principais sintomas e sinais que uma pessoa que adquiriu o diabetes apresenta?

Sueli Rosa Gama: Em uma pessoa que adquiriu diabetes e não está fazendo o tratamento de forma adequada, os sintomas mais comuns são: urinar excessivamente, inclusive acordar várias vezes à noite para urinar; sede excessiva; aumento do apetite; perda de peso – em pessoas obesas a perda de peso ocorre mesmo estando comendo de maneira excessiva; cansaço, fraqueza; dormências nas extremidades das mãos, câimbras; vista embaçada ou turvação visual; além de infecções frequentes, sendo as mais comuns as infecções de pele.

Informe ENSP: Com que periodicidade uma pessoa saudável deve realizar exames para identificar precocemente o diabetes?

Sueli Rosa Gama: Atualmente, recomenda-se a todas as pessoas saudáveis a realização anual de exame de glicemia de jejum.

Informe ENSP: Qual é a importância de atividades de promoção da saúde em relação ao diabetes. Como elas podem ajudar na prevenção e detecção da doença?
Sueli Rosa Gama: A importância das atividades de promoção da saúde é que elas têm como objetivos gerar reflexões para o autocuidado, estimulando a autoestima, a autonomia e o exercício da cidadania. A pessoa tende a observar e a se preocupar com sintomas novos que surjam no seu corpo e a buscar recursos de saúde para a manutenção ou melhoria da sua qualidade de vida. A promoção de saúde está intimamente relacionada a atividades de educação e de intervenção nas práticas de cuidado à saúde. Devem-se utilizar metodologias que favoreçam a troca e o empoderamento de saberes para contribuir com mudanças de hábitos, que sabemos que estão fortemente ligados aos aspectos culturais, sociais e econômicos.

No Brasil, temos políticas para o desenvolvimento de programas de promoção da saúde e prevenção de riscos e doenças com o objetivo de mudar o modelo assistencial vigente no sistema de saúde, público e privado, para a melhoria da qualidade de vida da população. Há um esforço no sentido de programar modelos de atenção baseados na produção do cuidado, assim respondendo à necessidade da integralidade e da atenção à saúde. Mais uma vez, destaca-se a promoção da alimentação saudável e da atividade física independentemente da Área de Atenção a Saúde. Há evidências científicas que demonstram que fatores ligados à alimentação estão envolvidos com diabetes mellitus tipo 2, dentre outras doenças.

Informe ENSP: Existe algum projeto de lei para pacientes diabéticos no Brasil? Os medicamentos para pacientes com diabetes são gratuitos?

Sueli Rosa Gama: Os portadores de diabetes têm direito à concessão de uma série de benefícios já previstos em lei para outras doenças. A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou proposta que altera uma série de normas, garantindo aos portadores de diabetes o direito de sacar dinheiro do PIS-Pasep e do FGTS, além de garantir o recebimento de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez sem carência. A proposta também dá aos diabéticos direito a passe livre no transporte público (projeto de Lei Complementar PLS 389/08).

No que diz respeito a medicamentos para os diabéticos, o Programa Farmácia Popular oferece, desde 2004, descontos de até 90% para 108 tipos de medicamentos. Em fevereiro de 2011 os medicamentos para diabetes e hipertensão do programa passaram a ser gratuitos. Segundo o Ministério da Saúde, para ter acesso aos remédios gratuitos, é preciso apresentar em uma farmácia conveniada o CPF, um documento com foto e a receita médica, seja de médico da rede pública, seja de médico particular.

Informe ENSP: O que é o diabetes?

Sueli Rosa Gama: O diabetes mellitus é uma síndrome de etiologia múltipla, decorrente da falta de insulina e/ou da incapacidade da insulina de exercer adequadamente seus efeitos. Caracteriza-se por hiperglicemia crônica com distúrbios do metabolismo dos carboidratos, lipídios e proteínas. Os carboidratos sofrem processo de digestão e no intestino se transformam em açúcar, chamada glicose, que é absorvida para o sangue. A glicose no sangue é usada pelos tecidos como energia. A utilização da glicose depende da presença de insulina, uma substância produzida nas células do pâncreas. Quando a glicose não é bem utilizada pelo organismo ela se eleva no sangue, o que chamamos de hiperglicemia. A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera que valores de glicose acima de 126 mg em jejum são indicativos de diabetes. Valores acima de 200 mg em qualquer ocasião fazem o diagnóstico.

Informe ENSP: O que é índice glicêmico?

Sueli Rosa Gama: Oíndice glicêmico(IG) é o potencial que um determinado alimento tem de aumentar a carga de açúcar no sangue. O consumo de alimentos ricos em carboidratos, que são digeridos rapidamente, é responsável por um rápido aumento da concentração de glicose sanguínea, sendo, portanto, de alto índice glicêmico. Os alimentos que contêm carboidratos de digestão lenta e liberam glicose gradualmente na corrente sanguínea são os de baixo índice glicêmico. Os alimentos de baixo índice glicêmico devem ser os consumidos em maior quantidade, pois nos mantêm satisfeitos por mais tempo e ajudam no combate à obesidade.

Já o consumo de alimentos com alto índice glicêmico faz o açúcar no sangue se elevar, aumentando também a quantidade de insulina na corrente sanguínea. Essa prática pode, em longo prazo, sobrecarregar o pâncreas, causando pré-diabetes ou diabetes tipo 2. O índice glicêmico é influenciado por fatores como: natureza e quantidade do tipo de carboidrato do alimento; presença de fibras no alimento; forma do preparo do alimento; tamanho das partículas do carboidrato; e presença de outras substâncias, como proteínas e gorduras.

Conto | Um Passeio no Lago.

Era manhã quando Rosa decidiu que iria com seu namorado para um piquenique na beira da lagoa, era primavera e as árvores estavam coloridas com suas flores cor de rosa. O cenário era um convite para um casal apaixonado, tudo que Rosa queria era estar com Fábio naquela manhã. Havia dias eles não se encontravam, o rapaz estava trabalhando fora e voltara de viajem naquela noite. Tudo estava pronto, era uns 30 km de distância de onde Rosa morava.Fábio estava feliz e não via a hora de chegarem ao lago rosado, esse nome era por causa do colorido das flores refletidas nas águas.  Ao chegarem la passava de 10 horas, o sol estava quente e o vento soprava pétalas de flores coloridas por cima das águas que parecia enfeitar tudo ali, o perfume adocicado das flores era sentido ao longe. Era um espetáculo estar ali com seu amor pensava Rosa, o mesmo imaginava o rapaz. Tudo estava lindo eles se abracavam e trocavam caricias, os beijos parecia ser mais apaixonados que antes, seria o local propicio ou eles estavam mesmo mais apaixonados?  Nesse momento de intimidade que viviam eles se esqueceram até mesmo de comer, passava das 13 horas quando Rosa estendeu a tolha na grama e dispôs os alimentos e as bebidas. 
Horas passaram e quando haviam tomado duas garrafas de espumantes, foi então que perceberam que o sol estava escondendo por trás de algumas nuvens, será que as nuvens seriam para chuva? Nada, a mulher desfez o pensamento e voltou a beijar intensamente Fabio. Assim a tarde chegou, era quase noite quando eles lembraram de armar a tenda onde dormiriam.  Rosa apressou-se a organizar a caixa com os alimentos e as bebidas. Após aramarem a tenda ainda sentaram nas cadeiras olhando a beleza da lua que já começava a despontar dando um brilho especial aquela noite de amor que teriam. Quando eles resolveram se banhar nas águas do lago já era noite,as estrelas brilhavam e a lua estava cheia convidando os apaixonados a se amarem, depois de um banho nas águas frias do lago eles acenderam uma pequena fogueira e permaneceram por horas abraçados fazendo planos para o futuro. Era tarde quando eles adormeceram, Rosa sentia a mulher mais feliz da face da terra. 
Pela manhã quando acordaram o sol já brilhava no céu e as flores balançavam com a brisa espalhando um perfume pelo ar. Enquanto Rosa estendia a toalha Fábio acendia o fogareiro e preparava um saboroso café e algumas panquecas. Depois do café eles foram passear de mãos dadas pelas redondezas do lago. Quando retornaram estavam cansados haviam ido bem longe. Rosa avistou bem longe um carro que certamente trazia gente para apreciar a beleza do lugar. Fábio se apressou a colocar roupas pois estava apenas de roupa de banho. Então perceberam que se tratava dos pais de Rosa que chegara trazendo almoço e sobremesas, algumas cadeiras a mais, e uma pequena mesa onde serviram o almoço. O decorrer do dia foi maravilhoso, enquanto os pais de Rosa aproveitava para tirar fotos, o casal de namorados se deliciavam no último banho do lago, após iriam embora, o rapaz tinha que voltar para o trabalho, viajaria na mesma noite deixando uma imensa saudade no coração de sua amada. Mas Rosa sabia que em breve teriam outros momentos de amor e paz iguais aquele. 

Texto da escritora Luzia Couto. Direitos Autorais Reservados a autora. Proibida a cópia, colagem, reprodução de qualquer natureza ou divulgação em qualquer meio, do todo ou parte desta obra, sem autorização expressa da autora sob pena de violação das Leis Brasileiras e Internacionais de Proteção aos Direitos de Propriedade Intelectual.

SAIBA MAIS DA AUTORA NESTE LINK

-Luzia Couto é autora do Romance "Uma prisão no paraíso", E o novo romance O Amor Acontece em Toscana, também contos variados primeiro edição volume um. á venda nas livrarias Clube de Autores (Versão Impressa) e Amazon (Versão Digital).



+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

It was morning when Rosa decided to go with her boyfriend to a picnic by the pond, it was spring and the trees were colored with their pink flowers. The setting was an invitation for a passionate couple, all Rosa wanted was to be with Fabio that morning. Some days they had not met, the boy had been working out and had returned from traveling that night. Everything was ready, it was about thirty kilometers away from where Rosa lived.Fábio was happy and could not wait to reach the rosy lake, this name was because of the color of the flowers reflected in the waters. When it was past ten o'clock, the sun was warm and the wind was blowing petals of colored flowers above the waters that seemed to adorn everything there, the sweet scent of flowers was felt in the distance. It was a spectacle to be there with his love, Rosa thought, as the boy imagined. Everything was beautiful they hugged and exchanged caresses, the kisses seemed to be more passionate than before, would it be the right place or were they even more in love? At this moment of intimacy they lived they forgot to even eat, it was after 13 o'clock when Rosa spread the litter on the grass and arranged the food and drinks. Hours had passed and when they had taken two bottles of sparkling wine, it was then that they realized that the sun was hiding behind some clouds, would the clouds be for rain? Nothing, the woman undid the thought and returned to kiss Fabio intensely. As the afternoon came, it was almost night when they remembered to arm the tent where they would sleep. Rosa hurriedly arranged the box with food and drinks. After stacking the tent they still sat on the chairs watching the beauty of the moon that was already starting to give a special shine that night of love they would have. When they decided to bathe in the waters of the lake it was already night, the stars were shining and the moon was full inviting the lovers to love each other, after a bath in the cold waters of the lake they lit a small fire and stayed for hours hugging making plans for the future. It was late when they fell asleep, Rosa felt the happiest woman on the face of the earth.
By the morning when they awoke the sun was already shining in the sky and the flowers swayed with the breeze spreading a scent through the air. As Rosa spread the towel Fabio lit the stove and prepared a tasty coffee and some pancakes. After breakfast they went hand in hand around the lake. When they returned they were tired, they had gone very far. Rosa spotted a car far away that certainly brought people to appreciate the beauty of the place. Fabio hurried to put on clothes because he was only in his bathing suit. Then they realized that it was Rosa's parents who had come with lunch and desserts, a few more chairs, and a small table where they served their lunch. The course of the day was wonderful, while Rosa's parents took photos, the couple of lovers were delighted in the last bath of the lake, after they went away, the boy had to go back to work, would travel the same night leaving an immense longing in the heart of his beloved. But Rosa knew that soon there would be other moments of love and peace like that. 


Text of the author Luzia Couto. Copyright The author is reserved. No part of this work may be copied, collated, reproduced, reproduced or disseminated in any medium without the express authorization of the author under penalty of violation of the Brazilian and International Laws for the Protection of Intellectual Property Rights.


LEARN MORE FROM THE AUTHOR IN THIS LINK


-Lucia Couto is the author of the novel "A Prison in Paradise", and the new novel The Love Happens in Tuscany, also varied tales first edition volume one. for sale at the bookstores Clube de Autores (Printed Version) and Amazon (Digital Version).


++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Era la mañana cuando Rosa decidió que iba con su novio a un picnic en la orilla de la laguna, era primavera y los árboles estaban coloreados con sus flores de color rosa. El escenario era una invitación para una pareja apasionada, todo lo que Rosa quería era estar con Fábio esa mañana. Había días que no se encontraban, el muchacho estaba trabajando y regresó de viaje esa noche. Todo estaba listo, era unos 30 kilómetros de distancia de donde Rosa vivía. Fábio estaba feliz y no veía la hora de llegar al lago rosado, ese nombre era por el colorido de las flores reflejadas en las aguas. Al llegar la pasaba de 10 horas, el sol estaba caliente y el viento soplaba pétalos de flores coloridas por encima de las aguas que parecía adornar todo allí, el perfume dulzón de las flores era sentido a lo lejos. Era un espectáculo estar allí con su amor pensaba Rosa, lo mismo imaginaba el muchacho. Todo estaba hermoso ellos se abracaban y cambiaron caricias, los besos parecía ser más apasionados que antes, sería el lugar propicio o ellos estaban aún más apasionados? En ese momento de intimidad que vivían ellos se olvidaron incluso de comer, pasaba de las 13 horas cuando Rosa extendió la tolha en la hierba y dispuso los alimentos y las bebidas.
Las horas pasaron y cuando habían tomado dos botellas de espumosos, entonces se dieron cuenta de que el sol estaba escondido detrás de algunas nubes, ¿las nubes serían para la lluvia? Nada, la mujer deshizo el pensamiento y volvió a besar intensamente a Fabio. Así que la tarde llegó, era casi noche cuando recordaron armar la tienda donde dormían. Rosa se apresuró a organizar la caja con los alimentos y las bebidas. Después de aramar la tienda todavía se sentaron en las sillas mirando la belleza de la luna que ya comenzaba a despuntar dando un brillo especial aquella noche de amor que tendrían. Cuando ellos resolvieron bañarse en las aguas del lago ya era noche, las estrellas brillaban y la luna estaba llena invitando a los apasionados a amarse, después de un baño en las aguas frías del lago ellos encendieron una pequeña fogata y permanecieron por horas abrazados haciendo planes para el futuro. Era tarde cuando se duermen, Rosa sentía a la mujer más feliz de la faz de la tierra.
Por la mañana cuando despertaron el sol ya brillaba en el cielo y las flores se balanceaban con la brisa extendiendo un perfume por el aire. Mientras Rosa extendía la toalla Fábio encendía el fogón y preparaba un sabroso café y algunas panqueques. Después del café ellos fueron a pasear de la mano de los alrededores del lago. Cuando regresaron estaban cansados ​​que habían ido muy lejos. Rosa miró muy lejos un coche que seguramente traía gente para apreciar la belleza del lugar. Fábio se apresuró a poner ropa porque estaba apenas de ropa de baño. Entonces se dieron cuenta de que se trataba de los padres de Rosa que había llegado con almuerzo y postres, unos sillones más, y una pequeña mesa donde sirvieron el almuerzo. En el transcurso del día fue maravilloso, mientras los padres de Rosa aprovechaban para tomar fotos, la pareja de novios se deleitaba en el último baño del lago, después de irse, el muchacho tenía que volver al trabajo, viajaría la misma noche dejando una inmensa nostalgia en el corazón de su amada. Pero Rosa sabía que pronto tendrían otros momentos de amor y paz iguales.
Texto de la escritora Luzia Couto. Derechos Reservados Reservados a la autora. Prohibida la copia, collage, reproducción de cualquier naturaleza o divulgación en cualquier medio, del todo o parte de esta obra, sin autorización expresa de la autora bajo pena de violación de las Leyes Brasileñas e Internacionales de Protección a los Derechos de Propiedad Intelectual.


MÁS INFORMACIÓN DE LA AUTORA EN ESTE LINK

-Luzia Couto es autora del Romance "Una prisión en el paraíso", Y la nueva novela El Amor Acontece en Toscana, también contos variados primera edición volumen uno. a la venta en las librerías Club de Autores (Versión Impresa) y Amazon (Versión Digital).

Conto | A mudança. Primeiro episódio.

Uma certa noite enquanto os filhos dormiam o casal comentava entre si, será que uma dia poderemos viver em outro lugar com melhores condições de vida pra nossos filhos, mas com a segurança que temos aqui? Dora a esposa responde a Douglas, vamos sim, Deus proverá dias melhores em nossas vidas. Sim afirmava Douglas, as crianças dormiam tranquilas  sem perceberem a preocupação dos pais que pensavam num futuro melhor para eles. Dora cuidava da casa e das plantações de verduras e legumes, e cuidava das galinhas poedeiras, Douglas ia todas a manhãs com sua marmita fria para trabalhar nas lavouras do sr Alfredo, ele ganhava pouco, mas com as economias de Dora eles sobreviviam. As hortaliças e as galinhas poedeiras  davam uma ajuda nas despesas, Dora ensinava os filhos a fazer economia de tudo que usavam, as crianças eram Matilda, Mariana e Marcos o caçula. Eles aprenderam desde cedo que precisavam ajudar os pais, Matilda a mais velha sonhava um dia ir para cidade onde uma tia morava, ela queria estudar e ser professora. Mariana a do meio dizia que queria ser igual a mãe mãos na terra, ela ajudava Dora nos canteiros e a plantar as verduras, o caçula tinha apenas 06 anos e ficava o tempo todo atras da mãe e das irmãs.  Matilda estava terminando o primário que era oferecido ali na roça, tão logo a tia Lúcia aparecesse ela pediria pra ir morar com ela na cidade, o que os pais não deixariam. Douglas confidenciou a um colega de trabalho a vontade de melhorar de vida longe dali, pois não suportava mais trabalhar sol a sol e no fim do mês o dinheiro não dar para fechar as despesas. Mesmo com ajuda preciosa da esposa Dora as coisas estavam difíceis, era chegada a hora de pensar melhor no assunto mudança.
Dora estava observando o esposo cabisbaixo e triste e resolveu aborda-lo, este um tanto desanimado convida a esposa a dar uma volta na estrada que levava ao riacho que cortava as terras de sr Alfredo. Lá enquanto observam as águas calmas do riacho eles conversavam e tomaram uma decisão, iriam procurar um lugar para se mudarem, a tranquilidade ali era boa, as crianças estavam seguras, mas que futuro teriam? Eles eram jovens ainda poderiam ter um trabalho com melhores condições e assim garantir um futuro melhor a seus filhos. Douglas diria a sr Alfredo que sairia em busca de um trabalho que lhe desse condições de oferecer uma vida melhor a sua família.  Sendo assim Dora concordou iriam juntos, a noite depois de fazer as orações eles conversaram com as filhas que eram um pouco maiores que Marcos. Matilda concordou com os pais e se propôs a tentar um trabalho para cuidar de crianças, os pais riram e disseram agradecemos filha, mas como uma criança poderá cuidar de outra? Matilda tinha 12 anos, era inteligente e meiga, tinha bastante juízo para sua idade, Mariana tinha 10 era mais criança ainda brincava com as bonecas de pano que a mãe fazia. Enquanto dormia Matilda sonhou com a nova moradia, era um local amplo cheio de flores e umas casas pequenas em volta da casa grande, o jardim era grande e coberto de flores de meio dia, tudo era lindo, porém uma coisa era estranha na casa grande, havia uma porta que não poderia ser aberta, ela curiosa abria a porta e deparava com um caixão. Aos gritos a menina acordou os pais que correram até seu quarto, ela suava e chorava ao mesmo tempo. Foi um sonho filha disse Dora depois de ouvir a filha, voltaram a dormir era madrugada, pela manhã Douglas e Dora foram até a fazenda falar com o patrão, depois de lhes ouvir Alfredo acertou as contas com Douglas e se despediram, em uma semana o casal deveria deixar as terras.  A semana passou rápido logo chegou sábado o caminhão aproximava na curva da estrada e Matilda chorava por deixar ali tudo que viveu em sua infância. 
Numa fazenda em um raio de 200 km havia um fazendeiro que precisava de um caseiro para morar na fazenda e cuidar, era a indicação do colega de Douglas, era próximo a cidade e havia tudo que Douglas procurava, ele chegaria antes de mandar a esposa e os filhos descerem do caminhão, era uma fazenda grande e bela, Matilda a reconheceu de imediato e disse a mãe não podemos morar aqui , é a casa grande que sonhei, Dora beijou a filha e disse foi apenas um sonho filha.  Douglas foi recebido por um homem alto moreno de barba grande que pegou o bilhete que o colega  mandara, em seguida convidou Douglas a se assentar e lhe ofereceu um café, o homem era o tomador de conta que vivia ali na fazenda por mais de 30 anos e agora iria finalmente morar com a filha na cidade. André era o nome dele, depois recomendou Douglas a mandar a família descer do caminhão e lhe mostrou tudo ali, disse que o patrão vivia fora do País e só vinha uma vez ao ano, mas se comunicavam toda semana por vídeo chamada. O nome do patrão era Manoel Euzébio, o homem era rico e poderoso, na região todos o temiam. Sem problemas afirmou Douglas, Matilda olhava cada canto da fazenda e pensava onde está o quarto que trás a porta fechada, sem conseguir segurar a curiosidade a menina pergunta a André se não havia por ali n afazenda um quarto secreto. O homem sorriu e disse, não!  Aqui tudo é permitido, apenas não podem ir para a beira do asfalto porque é perigoso,os carros passam apressados. Depois os homens ajudaram a descer a pequena mobília de Douglas e em seguida o convidou a tomar um aperitivo enquanto Dora colocava as coisas no lugar. O homem se recusou no inicio, depois aceitou e foram até uma das casas que havia ao redor da fazenda. 
Era bem tarde quase hora da janta quando Douglas voltou trazendo uma tigela cheia de carne de caça e disse a Dora, ganhei essa carne está saborosa, acho que é de paca, Dora não comia caça então disse ao marido faça bom proveito. Depois de jantarem as meninas foram ao jardim colher rosas para enfeitar as mesas e bancas que havia na casa, eram muitas todas sem toalhas e algumas cheias de gordura, depois de trabalharem duro as filhas e Dora deixaram tudo bonito. A fazenda trazia o nome pendurado no canto da casa em madeira pesada desenhada. Tinha o nome de  coração de criança. Douglas estranhou o nome e interrogou a André que lhe contou uma história triste, a filha do patrão havia sido morta ali na fazenda quem a matou tirou seu coração, era uma vingança. Desde então Manoel se mudara com a esposa e a outra filha para outro País. Mas antes era um tirano, só depois da morte da filha ela amenizara um pouco sua maldade. As coisas começavam a fazer sentido para Matilda que não parava de pensar no sonho. A noite antes de dormirem a família fez as orações como sempre e foram se deitar, as duas irmãs dormiriam num quarto grande bem arejado com três camas de solteiro e um grande armário na parede. Marcos o caçula dormiria no quarto dos pais numa cama de viúvo que havia ali, o quarto era amplo e continha uma cortina velha de renda na parede. O dia raiou logo parecia que nem haviam dormido tão grande era o cansaço da família, as primeiras horas do dia foram para percorrer a fazenda e ver toda beleza que havia ali. Era muitas plantações de frutas e árvores de madeira de lei, o jardim era grande e ocupava uma boa área da fazenda, havia quatro casas pequenas em volta, todas continham mobílias simples e de madeira rústica. Mariana estava encantada com a horta que estava cheia de verduras que André cuidava, ele vendia na cidade toda sexta feira, Dora estava amedrontada com os olhares de André em cima dela, ela jovem e bela, tinha o corpo bem definido e os cabelos longos e encaracolados, seu sorriso lhe completava a beleza. Douglas mal tivera tempo de olhar as coisas ali e já fora para cidade comprar as encomendas de André que ainda ficaria umas duas semanas ali lhe passando todo trabalho.
Depois de passarem um dia todo conhecendo as novidades da fazenda era chegada a hora de finalmente falarem sobre o assunto da escola das crianças com André, este mostrou favorável e até se dispôs a ir levar Dora na cidade com as crianças e lhe mostrar a escola e cuidar de tudo que fosse necessário. Dora sentindo medo se recusou a ir com o homem, mas o marido lhe disse que fosse enquanto ele faria uma cerca melhor em volta da horta junto com outros dois homens que também trabalhavam ali. Na estrada enquanto dirigia André perguntou a Dora o que ela desejava ganhar de presente para sua nova casa, ela disse que nada, agradeceu e permaneceu em silêncio, depois o homem perguntou as crianças que cheias de entusiasmo cada uma pediu algo diferente, seria uma festa a ida na cidade.Ao retornarem para a fazenda as meninas estavam radiantes, haviam ganhado perfumes,maquiagens e prendedores de cabelo além de todo material escolar, Marcos ganhara bolas e jogos de biliar a também material escolar. Dora também mesmo sem querer havia ganhado perfumes maquiagens sabonetes prendedores de cabelos e algumas vasilhas de louça para sua cozinha. André nada bobo havia comprado bonés e botas para Douglas, o homem era mesmo tinhoso, estava cheio de segundas intenções com Dora. Desde que chegaram na fazenda o casal trabalhava sem tréguas e as crianças aguardavam ansiosas o dia de irem estudar na cidade, Douglas as levaria depois que André se fosse de vez para a casa da filha. Dora não estava gostando da situação que estava vivendo, trabalhava muito e a noite quando teria um tempo a sós com o marido os homens o convidavam a jogar cartas e beber na casa deles. Isto era plano de André que estava completamente apaixonado por Dora, ele era solteirão passava de 50 anos e uma única filha era de uma das empregadas da fazenda, ele havia tido essa filha e após a empregada morrer ele cuidou dela ate se casar. Desde então ele nunca mais se interessou por nenhuma mulher até por os olhos em Dora. Seu coração batia descompassado e arranjava mil desculpas para aproximar da mulher que não sabia o que fazer para sair da situação sem magoar André. .... A história continua  no segundo episódio. 

Texto da escritora Luzia Couto. Direitos Autorais Reservados a autora. Proibida a cópia, colagem, reprodução de qualquer natureza ou divulgação em qualquer meio, do todo ou parte desta obra, sem autorização expressa da autora sob pena de violação das Leis Brasileiras e Internacionais de Proteção aos Direitos de Propriedade Intelectual.

SAIBA MAIS DA AUTORA NESTE LINK

-Luzia Couto é autora do Romance "Uma prisão no paraíso", E o novo romance O Amor Acontece em Toscana, também contos variados primeiro edição volume um. á venda nas livrarias Clube de Autores (Versão Impressa) e Amazon (Versão Digital).


+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
 One night while the children slept the couple commented among themselves, could one day we live in another place with better living conditions for our children, but with the security we have here? Dora the wife responds to Douglas, yes we will, God will provide better days in our lives. Yes, Douglas said, the children slept soundly without realizing the concern of their parents who thought of a better future for them. Dora took care of the house and vegetable and vegetable plantations, and tended to the laying hens, Douglas went every morning with his cold kettle to work on Mr. Alfredo's crops, he earned little, but with Dora's savings they survived. The vegetables and the laying hens gave an aid in the expenses, Dora taught the children to make economy of all that they used, the children were Matilda, Mariana and Marcos the youngest. They learned early on that they needed to help their parents, Matilda the older one dreamed one day to go to the city where an aunt lived, she wanted to study and to be a teacher. Mariana in the middle said that she wanted to be like mother hands on earth, she helped Dora in the flower beds and planted the vegetables, the youngest was only six years old and was always behind the mother and the sisters. Matilda was finishing the primary that was offered there in the countryside, as soon as Aunt Lucia appeared she would ask to go and live with her in the city, which the parents would not let. Douglas confided to a co-worker's willingness to improve his life far away, as he could not bear to work from sun up to the sun and at the end of the month the money would not be enough to close the expenses. Even with the precious help of his wife Dora, things were difficult, and it was time to think better about the change.
Dora was watching the sad and sad husband and decided to approach him, this somewhat discouraged invites his wife to take a ride on the road that led to the stream that cut Mr. Alfredo lands. There they watched the calm waters of the stream, they talked and made a decision, they would find a place to move, the tranquility there was good, the children were safe, but what future would they have? They were young could still have a job with better conditions and thus ensure a better future for their children. Douglas would tell Mr. Alfredo that he would go out in search of a job that could give him a better life for his family. So Dora agreed they would go together, the night after they prayed they talked to daughters who were a little older than Mark. Matilda agreed with her parents and proposed to try a job to look after children, parents laughed and said thank you daughter, but how can a child take care of another? Matilda was 12 years old, intelligent and kind, had enough judgment for her age, Mariana was 10 was more child still played with the cloth dolls that her mother made. While sleeping Matilda dreamed of the new house, it was a large place full of flowers and small houses around the big house, the garden was big and covered with flowers of half a day, everything was beautiful, but one thing was strange in the big house , there was a door that could not be opened, she curiously opened the door and came upon a coffin. The screaming girl woke the parents who ran to her room, she sweated and cried at the same time. It was a dream, Dora said, after hearing her daughter, they went back to sleep at dawn, in the morning Douglas and Dora went to the farm to talk to their boss, after hearing them Alfredo settled the accounts with Douglas and said goodbye in a week. couple should leave the land. The week passed quickly as soon as Saturday arrived the truck was approaching the bend in the road and Matilda cried for leaving there everything she had lived in her childhood.
On a farm within 200 km there was a farmer who needed a housekeeper to live on the farm and take care of it, it was the indication of Douglas's colleague, it was close to town and there was everything Douglas was looking for, he would arrive before sending his wife and the children came down from the truck, it was a big and beautiful farm, Matilda recognized her right away and told her mother we can not live here, it's the big house that I dreamed of, Dora kissed her daughter and said it was just a dream daughter. Douglas was greeted by a tall dark-haired man with a large beard who took the note that his colleague had sent, then invited Douglas to sit down and offered him a coffee, the man was the account taker who lived there on the farm for over 30 years and now he was finally going to live with his daughter in town. André was his name, then he advised Douglas to send his family down from the truck and showed him everything, said that the boss lived outside the country and only came once a year, but communicated every week by video call. The name of the boss was Manoel Euzébio, the man was rich and powerful, in the region everyone feared him. No problem, said Douglas, Matilda looked at every corner of the farm and wondered where the room behind the closed door was, unable to hold the child's curiositythe girl asks Andre if there was not a secret room around. The man smiled and said no! Here everything is allowed, just can not go to the edge of the asphalt because it is dangerous, cars pass in a hurry. Then the men helped down Douglas's little furniture and then invited him to have an aperitif while Dora put things in place. The man refused at first, then accepted and went to one of the houses that were around the farm.
It was late afternoon almost dinner time when Douglas came back bringing a bowl full of game meat and told Dora, I got that meat is tasty, I think it's paca, Dora did not eat game so he told his husband to make a good profit. After dinner the girls went to the garden to pick roses to decorate the tables and benches that were in the house, were many without towels and some full of fat, after working hard the daughters and Dora made everything beautiful. The farm bore the name hanging in the corner of the house in heavy, drawn wood. It had the name of a child's heart. Doubt the name of Douglas, and he questioned Andrew, who told him a sad story, his master's daughter had been killed there on the farm, and whoever killed her took his heart, it was revenge. Since then Manoel had moved with his wife and another daughter to another country. But before that he was a tyrant, only after the death of his daughter had he softened his evil. Things began to make sense for Matilda, who kept thinking about the dream. The night before they slept the family made the usual prayers and went to bed, the two sisters would sleep in a large well-ventilated room with three single beds and a large cabinet on the wall. Mark the youngest would sleep in his parents' room on a widow's bed, the room was large and contained an old curtain of lace on the wall. The day soon dawned, it seemed as if they had not slept so great was the fatigue of the family, the first hours of the day were to go through the farm and see all the beauty that was there. There were many fruit plantations and hardwood trees, the garden was large and occupied a good area of ​​the farm, there were four small houses around, all containing simple furnishings and rustic wood. Mariana was delighted with the garden that was full of vegetables that Andre took care of, he sold in the city every Friday, Dora was frightened by André's looks on her, she was young and beautiful, her body well defined and her hair long and curly, his smile filled his beauty. Douglas had barely had time to look at things there and he had gone to town to buy the orders from Andre that he would still spend a couple of weeks there doing all his work.
After spending a whole day getting to know the farm news, it was time to finally talk about the children's school with Andre, who was very supportive and even prepared to take Dora into the city with the children and show her the school and take care of everything that was needed. Dora was afraid she refused to go with the man, but her husband told her to go while he would make a better fence around the vegetable garden along with two other men who also worked there. On the road while driving André asked Dora what she wanted to earn as a gift to her new home, she said nothing, thanked and remained silent, then the man asked the children that full of enthusiasm each asked for something different, it would be a party When they returned to the farm, the girls were radiant, they had won perfumes, make-up and hairbrushes in addition to all school supplies, Marcos had won balls and bile games with school supplies as well. Dora had also unwittingly earned perfumes makeup hairpins soaps and some dishware for her kitchen. Andre had not bought anything and had bought hats and boots for Douglas, the man was really dingy, he was full of ulterior motives with Dora. From the time they arrived at the farm the couple worked without respite, and the children waited anxiously for the day to go to study in the city, Douglas would take them after André went to his daughter's house. Dora did not like the situation she was living in, she worked hard and the night when she would have some time alone with her husband the men would invite him to play cards and drink at their house. This was André's plan that was completely in love with Dora, he was a bachelor over 50 years old and a single daughter was from one of the farm's maids, he had had this daughter and after the maid died he cared for her until he was married. Since then he has never been interested in any woman until his eyes on Dora. His heart was beating and he was making excuses to approach the woman who did not know what to do to get out of the situation without hurting André. .... The story continues in the second episode.
Text of the author Luzia Couto. Copyright The author is reserved. No part of this work may be copied, collated, reproduced, reproduced or disseminated in any medium without the express authorization of the author under penalty of violation of the Brazilian and International Laws for the Protection of Intellectual Property Rights.
LEARN MORE FROM THE AUTHOR IN THIS LINK

-Lucia Couto is the author of the novel "A Prison in Paradise", and the new novel The Love Happens in Tuscany, also varied tales first edition volume one. for sale at the bookstores Clube de Autores (Printed Version) and Amazon (Digital Version).

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++ Una cierta noche mientras los hijos dormían la pareja comentaba entre sí, será que un día podremos vivir en otro lugar con mejores condiciones de vida para nuestros hijos, pero con la seguridad que tenemos aquí? Dora la esposa responde a Douglas, vamos sí, Dios proveerá días mejores en nuestras vidas. Sí afirmaba Douglas, los niños dormían tranquilos sin percibir la preocupación de los padres que pensaban en un futuro mejor para ellos. Dora cuidaba de la casa y de las plantaciones de verduras y verduras, y cuidaba de las gallinas ponedoras, Douglas iba todas las mañanas con su marmita fría para trabajar en las labranzas del señor Alfredo, él ganaba poco, pero con las economías de Dora ellos sobrevivían. Las hortalizas y las gallinas ponedoras daban una ayuda en los gastos, Dora enseñaba a los hijos a hacer economía de todo lo que usaban, los niños eran Matilda, Mariana y Marcos el menor. Ellos aprendieron desde temprano que necesitaban ayudar a los padres, Matilda la más vieja soñaba un día ir a la ciudad donde una tía vivía, ella quería estudiar y ser profesora. Mariana la del medio decía que quería ser igual a la madre manos en la tierra, ella ayudaba a Dora en los canteros ya plantar las verduras, el menor tenía apenas 06 años y quedaba todo el tiempo atras de la madre y de las hermanas. Matilda estaba terminando el primario que era ofrecido allí en la roza, tan pronto como la tía Lucía apareciera ella pedía para ir a vivir con ella en la ciudad, lo que los padres no dejarían. Douglas confesó a un compañero de trabajo la voluntad de mejorar de vida lejos de allí, pues no soportaba más trabajar sol a sol y al final del mes el dinero no dar para cerrar los gastos. Incluso con la ayuda preciosa de la esposa Dora las cosas eran difíciles, había llegado la hora de pensar mejor en el tema de cambio.
Dora estaba observando al esposo cabizbajo y triste y resolvió abordarlo, este un tanto desanimado invita a su esposa a dar una vuelta en la carretera que llevaba al arroyo que cortaba las tierras de Sr. Alfredo. Allí mientras observan las aguas tranquilas del arroyo ellos conversaban y tomaron una decisión, iban a buscar un lugar para mudarse, la tranquilidad allí era buena, los niños estaban seguros, pero qué futuro tendrían? Ellos eran jóvenes todavía podrían tener un trabajo con mejores condiciones y así garantizar un futuro mejor a sus hijos. Douglas le diría a Alfredo que saldría en busca de un trabajo que le diera condiciones de ofrecer una vida mejor a su familia. Siendo así Dora acordó irían juntos, la noche después de hacer las oraciones ellos conversaron con las hijas que eran un poco más grandes que Marcos. Matilda concordó con los padres y se propuso a intentar un trabajo para cuidar de niños, los padres se rieron y dijeron agradecemos a la hija, pero ¿cómo un niño podrá cuidar de otra? Matilda tenía 12 años, era inteligente y tierna, tenía bastante juicio para su edad, Mariana tenía 10 era más niño aún jugaba con las muñecas de tela que la madre hacía. Mientras dormía Matilda soñó con la nueva vivienda, era un lugar amplio lleno de flores y unas casas pequeñas alrededor de la casa grande, el jardín era grande y cubierto de flores de medio día, todo era hermoso, pero una cosa era extraña en la casa grande , había una puerta que no podía ser abierta, ella curiosa abría la puerta y se encontró con un ataúd. A los gritos la niña despertó a los padres que corrieron hasta su cuarto, ella sudaba y lloraba al mismo tiempo. En el caso de que no se conozcan los nombres de los personajes de la saga, los personajes de la saga Crepúsculo son los siguientes: la pareja debería dejar las tierras. La semana pasó rápido pronto llegó el sábado el camión acercaba a la curva de la carretera y Matilda lloraba por dejar allí todo lo que vivió en su infancia.
En una granja en un radio de 200 kilómetros había un granjero que necesitaba un casero para vivir en la hacienda y cuidar, era la indicación del compañero de Douglas, estaba cerca de la ciudad y había todo lo que Douglas buscaba, él llegaría antes de mandar a su esposa y los hijos descendieron del camión, era una hacienda grande y bella, Matilda la reconoció de inmediato y dijo la madre no podemos vivir aquí, es la casa grande que soñé, Dora besó a su hija y dijo fue sólo un sueño hija. Douglas fue recibido por un hombre alto moreno de barba grande que tomó el billete que el colega había mandado, luego invitó a Douglas a sentarse y le ofreció un café, el hombre era el tomador de cuenta que vivía allí en la granja por más de 30 años y ahora iba a vivir con la hija en la ciudad. En el caso de que se trate de una persona que no sea de su familia, no se le ocurrirá. El nombre del jefe era Manoel Euzébio, el hombre era rico y poderoso, en la región todos lo temían. Sin problemas, afirmó Douglas,Matilda miraba cada rincón de la hacienda y pensaba donde está el cuarto que tras la puerta cerrada, sin conseguir agarrar la curiosidad, la niña le pregunta a Andrés si no había por allí n a una habitación secreta. El hombre sonrió y dijo, no. Aquí todo está permitido, apenas no pueden ir al borde del asfalto porque es peligroso, los coches pasan apresurados. Después los hombres ayudaron a bajar el pequeño mobiliario de Douglas y luego le invitó a tomar un aperitivo mientras Dora colocaba las cosas en su lugar. El hombre se rehusó al principio, después aceptó y fueron a una de las casas que había alrededor de la hacienda. 
En el caso de que se trate de una persona que no sea de su agrado, no se le ocurrirá. Después de cenar las chicas se fueron al jardín cosechar rosas para adornar las mesas y los puestos que había en la casa, eran muchas todas sin toallas y algunas llenas de grasa, después de trabajar duro las hijas y Dora dejaron todo hermoso. La hacienda traía el nombre colgado en la esquina de la casa de madera pesada dibujada. Tenía el nombre de corazón de niño. Douglas extrañó el nombre e interrogó a Andrés que le contó una historia triste, la hija del jefe había sido muerta allí en la granja quien la mató sacó su corazón, era una venganza. Desde entonces Manoel se había mudado con la esposa y la otra hija a otro País. Pero antes era un tirano, sólo después de la muerte de su hija ella suavizó un poco su maldad. Las cosas comenzaban a tener sentido para Matilda que no paraba de pensar en el sueño. La noche antes de dormir la familia hizo las oraciones como siempre y se acostaron, las dos hermanas durmieron en una habitación grande bien ventilada con tres camas de soltero y un gran armario en la pared. Marcos el chico dormía en la habitación de los padres en una cama de viudo que había allí, la habitación era amplia y contenía una cortina vieja de encaje en la pared. El día rayó pronto parecía que ni habían dormido tan grande era el cansancio de la familia, las primeras horas del día fueron a recorrer la hacienda y ver toda la belleza que había allí. Era muchas plantaciones de frutas y árboles de madera de ley, el jardín era grande y ocupaba una buena área de la hacienda, había cuatro casas pequeñas alrededor, todas contenían muebles simples y de madera rústica. Mariana estaba encantada con la huerta que estaba llena de verduras que André cuidaba, él vendía en la ciudad cada viernes, Dora estaba asustada con las miradas de Andrés sobre ella, ella joven y bella, tenía el cuerpo bien definido y los cabellos largos y y su sonrisa le completó la belleza. Douglas apenas había tenido tiempo de mirar las cosas allí y ya fuera para la ciudad comprar los pedidos de André que todavía quedaría unas dos semanas allí le pasando todo el trabajo.
Después de pasar un día entero conociendo las novedades de la hacienda era la hora de finalmente hablar sobre el asunto de la escuela de los niños con Andrés, éste mostró favorable y hasta se dispuso a ir a llevar a Dora en la ciudad con los niños y mostrarle la escuela y, cuidar de todo lo que fuera necesario. Dora sintiendo miedo se rehusó a ir con el hombre, pero su marido le dijo que fuera mientras él haría una cerca mejor alrededor de la huerta junto a otros dos hombres que también trabajaban allí. En la carretera mientras conducía André preguntó a Dora lo que ella deseaba ganar de regalo para su nueva casa, ella dijo que nada, agradeció y permaneció en silencio, después el hombre preguntó a los niños que llenos de entusiasmo cada uno pidió algo diferente, sería una fiesta a la vuelta en la ciudad. Al regresar a la hacienda las chicas estaban radiantes, habían ganado perfumes, maquillajes y sujetadores de pelo además de todo material escolar, Marcos ganó balones y juegos de biliar a también material escolar. Dora también incluso sin querer había ganado perfumes maquillajes jabones prendedores de pelo y algunas vasijas de vajilla para su cocina. André nada bobo había comprado gorras y botas para Douglas, el hombre era incluso tinto, estaba lleno de segundas intenciones con Dora. Desde que llegaron a la hacienda la pareja trabajaba sin tregua y los niños esperaban ansiosos el día de ir a estudiar en la ciudad, Douglas las llevaría después de que Andrés se fuera de vez para la casa de su hija. Dora no estaba disfrutando de la situación que estaba viviendo, trabajaba mucho y la noche cuando tenía un tiempo a solas con el marido los hombres le invitaban a jugar cartas y beber en su casa. En el caso de que se trate de una persona que no sea de su familia, no se le ocurrirá. Desde entonces él nunca más se interesó por ninguna mujer hasta por los ojos en Dora. Su corazón golpeaba descompasado y arreglaba mil disculpas para acercarse a la mujer que no sabía qué hacer para salir de la situación sin herir a Andrés. ... La historia continúa en el segundo episodio.

Texto de la escritora Luzia Couto. Derechos Reservados Reservados a la autora. Prohibida la copia, pegado, reproducción de cualquier naturaleza o divulgación en cualquier medio, del todo o parte de esta obra, sin autorización expresa de la autora bajo pena de violación de las Leyes Brasileñas e Internacionales de Protección a los Derechos de Propiedad Intelectual.


MÁS INFORMACIÓN DE LA AUTORA EN ESTE LINK

-Luzia Couto es autora del Romance "Una prisión en el paraíso", Y la nueva novela El Amor Acontece en Toscana, también contos variados primera edición volumen uno. a la venta en las librerías Club de Autores (Versión Impresa) y Amazon (Versión Digital).

Poesia | A solidão me alcança.

A saudade me beija,
a solidão me alcança
a alma chora sua falta
meus olhos choram 
Seu amor dentro de mim
é uma saudade que me abraça
que doí até o coração 
seu olhar me beija alma
insistindo pra não te esquecer 
O nosso amor é um caso antigo
história que não tem fim
é o futuro incerto do amor
seu amor  é como brasa ardente
me faz sentir criança apaixonada
sua lembrança é poesia pura
me faz sentir leve solto
feito tornado rodopiando na primavera
seu olhar me alcança a distância 
e minha alma canta uma poesia de amor. 

Texto da escritora Luzia Couto. Direitos Autorais Reservados a autora. Proibida a cópia, colagem, reprodução de qualquer natureza ou divulgação em qualquer meio, do todo ou parte desta obra, sem autorização expressa da autora sob pena de violação das Leis Brasileiras e Internacionais de Proteção aos Direitos de Propriedade Intelectual.

SAIBA MAIS DA AUTORA NESTE LINK   

-Luzia Couto é autora do Romance "Uma prisão no paraíso", E o novo romance O Amor Acontece em Toscana, também contos variados primeiro edição volume um. á venda nas livrarias Clube de Autores (Versão Impressa) e Amazon (Versão Digital).

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Longing kisses me,

loneliness reaches me

The soul cries for you

my eyes cry

Your love inside me

it's a longing that holds me

that hurts to the heart

your look kisses my soul

insisting not to forget you

Our love is an ancient affair.

endless story

it is the uncertain future of love

Your love is like burning coal.

makes me feel like a child in love

your memory is pure poetry

makes me feel light loose

made twirling in the spring

your look reaches me in the distance 
and my soul sings a poetry of love. 

Text of the author Luzia Couto. Copyright The author is reserved. No part of this work may be copied, collated, reproduced, reproduced or disseminated in any medium without the express authorization of the author under penalty of violation of the Brazilian and International Laws for the Protection of Intellectual Property Rights. 

LEARN MORE FROM THE AUTHOR IN THIS LINK 

-Lucia Couto is the author of the novel "A Prison in Paradise", and the new novel The Love Happens in Tuscany, also varied tales first edition volume one. for sale at the bookstores Clube de Autores (Printed Version) and Amazon (Digital Version).
++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

La nostalgia me besa,

la soledad me alcanza

el alma llora su falta

mis ojos lloran

Su amor dentro de mí

es una nostalgia que me abraza

que doy hasta el corazón

tu mirada me besa alma

que no te olvides

Nuestro amor es un caso antiguo

historia que no tiene fin

es el futuro incierto del amor

su amor es como brasa ardiente

me hace sentir apasionado

su recuerdo es poesía pura

me hace sentir ligero suelto

hecho hecho girar en la primavera

su mirada me alcanza la distancia

y mi alma canta una poesía de amor. 

Texto de la escritora Luzia Couto. Derechos Reservados Reservados a la autora. Prohibida la copia, pegado, reproducción de cualquier naturaleza o divulgación en cualquier medio, del todo o parte de esta obra, sin autorización expresa de la autora bajo pena de violación de las Leyes Brasileñas e Internacionales de Protección a los Derechos de Propiedad Intelectual. 

MÁS INFORMACIÓN DE LA AUTORA EN ESTE LINK 

-Luzia Couto es autora del Romance "Una prisión en el paraíso", Y la nueva novela El Amor Acontece en Toscana, también contos variados primera edición volumen uno. a la venta en las librerías Club de Autores (Versión Impresa) y Amazon (Versión Digital).