Breaking

Literatura | Conto | XXI - O século da vitoria feminina. [Luzia Couto]

A vida a dois é complicada e difícil. Nas décadas passadas a mulher era submissa e sofria muito. Nos dias atuais não se vê tanta submissão. Os casamentos já não duram tanto quanto antes. A mulher está conquistando novos valores e revendo seus conceitos sobre o que é ser feliz. Antes as mulheres casavam e pensavam no casamento como algo eterno, duradouro, infinito. Era o que ouviam dos pais: “Casamento é para sempre.” Estas mulheres sofriam humilhações, maus tratos, agressões. Sequer podiam dirigir a palavra ao marido, ainda que fosse com palavras de afeto. Tais manifestações eram reprendidas; tinha que ser senhor meu marido. Sempre na formalidade e dureza de tratamentos. Não havia carinho nas palavras ou nos gestos, o papel da mulher era sempre o de servir. Sua presença era solicitada, apenas quando necessária, passado o momento deveria seguir para cozinha e seus afazeres domésticos.Pensamentos, sentimentos ou ressentimentos permaneciam guardados porque não podiam ser manifestados. Época onde imperava o machismo, muitas vezes mãe e filha tornavam-se confidentes de suas próprias mágoas e dores, onde reprimidas, sofriam com o autoritarismo dos homens.
Agora se casam muito, mas com uma visão diferente da submissão de outrora, se antes separação era uma palavra proibida, nos tempos atuais é a que mais se usa entre novos casais. Com uma vida mais voltada à realização dos seus sonhos, a mulher moderna luta pelos estudos, oportunidades de trabalho, melhores condições de vida e um futuro melhor para o casal. Se no passado a mulher era impedida de trabalhar e estudar, hoje ela tem livre acesso aos estudos e trabalho, contribuindo assim para a melhoria da qualidade de vida da família.
A liberdade feminina na verdade não acrescenta ás mulheres algo novo, mas lhes devolve por justiça todo Direito que por séculos lhes vinha sendo negado. Hoje as mulheres alcançam seus sonhos como a independência financeira com um certo conforto, sem que sejam impedidas de buscarem esta condição para si. O acesso à educação tornou-se um direito exercido pela maioria das mulheres e é possível encontrá-las trabalhando durante o dia e à noite fazendo faculdade ou complementando estudos em áreas técnicas.
Com estas mudanças nos direitos femininos, hoje as famílias veem a mulher com orgulho de suas conquistas e as reconhecem pela capacidade de trabalho e a inteligência para os estudos. Uma conquista que levou séculos para ser alcançada, mas que trouxe para as mulheres do nosso século todo legado de direito que fora deixado no passado. Ser mulher hoje é ser mais que frágil, mas acima de tudo ser lutadora, guerreira. É erguer com coragem a bandeira deixada por nossas antepassadas e fincá-la demarcando este como o século da vitória feminina. Apesar de não terem alcançado as vitórias que temos hoje, as mulheres que sofreram antes de nós estão representadas em cada lar, em cada ambiente de trabalho, em cada escola pelas suas netas, frutos de muita paciência e estratégia para que elas pudesse chegar a ter o baluarte da conquista nas mãos. Já podemos comemorar, sorrir e festejar tudo que alcançamos graças a uma luta sem trégua e ao final, uma vitória merecida.

Texto escrito por Luzia Couto. Direitos Autorais Reservados a autora. Proibida a cópia, colagem, reprodução de qualquer natureza ou divulgação em qualquer meio, do todo ou parte desta obra, sem autorização expressa da autora sob pena de violação das Leis Brasileiras e Internacionais de Proteção aos Direitos de Propriedade Intelectual. 

.......................................................................................................................................

XXI - The century of women's victory. [Lucy Couto]

 The life together is complicated and difficult. In past decades women were submissive and suffered a lot. These days do not see much submission. Marriages do not last longer as much as before. The woman is winning new values ​​and reviewing their concepts of what is to be happy. Before women married and thought in marriage as something eternal, enduring, endless. It was what they heard from parents: "Marriage is forever." These women suffered humiliation, abuse, aggression. They were unable to speak to the husband, even if it was with words of affection. Such demonstrations were reprendidas; you had to be my husband. Always on the formality and stiffness treatments. There was affection in words or gestures, the role of women was always to serve. His presence was requested only when necessary, the last time was to follow for your kitchen and domésticos.Pensamentos affairs, feelings or resentment remained saved because they could not be manifested. Time dictated by the machismo often mother and daughter became confident of their own sorrows and pains, which suppressed, suffered from the authoritarianism of men.
   Now get married too, but with a different view of submission once if before separation was a forbidden word in modern times is that more use among young couples. With a more focused life to realizing their dreams, modern women struggle for studies, job opportunities, better living conditions and a better future for the couple. In the past women were prevented from working and studying, today she has free access to studies and work, thus contributing to improving the quality of family life.
   The female freedom really does not add to women something new, but returns them for justice all law that for centuries had been denied. Today women achieve their dreams as financial independence with a certain comfort, without being prevented from seeking this condition for you. Access to education has become a right exercised by most women and you can find them working during the day and evening attending college or complementing studies in technical areas.
   With these changes in women's rights, today the families see the woman with pride in their achievements and recognize the work capacity and intelligence to the studies. An achievement that took centuries to be achieved, but it brought to the women of our century all legacy of law which had been left in the past. Being a woman today is to be more fragile, but above all be fighting warrior. You raise with courage the flag left by our ancestors and it Finca marking this as the century of women's victory. Despite not having received the victories we have today, women who have suffered before us are represented in every home, in every workplace, in every school by her granddaughters, fruits a lot of patience and strategy so that they could get to have the bulwark of conquest in the hands. We can celebrate, smile and celebrate all that we have achieved thanks to a relentless struggle and at the end, a deserved victory.

     Text written by Lucy Couto. Copyright reserved by the author. The copying, collage, reproduction or disclosure of any kind in any medium, of all or part of this work without permission of the author under penalty of violation of Brazilian law and International Protection of Intellectual Property Rights.

....................................................................................................................................

XXI - El siglo de la victoria de la mujer. [Lucy Couto]

 La vida en común es complicado y difícil. En las últimas décadas las mujeres eran sumisos y sufrieron mucho. En estos días no ven mucha presentación. Los matrimonios no duran más tiempo tanto como antes. La mujer está ganando nuevos valores y la revisión de sus conceptos de lo que es ser feliz. Antes de las mujeres casadas y pensaron en el matrimonio como algo eterno, perdurable, sin fin. Era lo que escucharon de sus padres: "El matrimonio es para siempre." Estas mujeres sufrieron la humillación, el abuso, la agresión. Fueron incapaces de hablar con el marido, aunque fuera con palabras de afecto. Estas manifestaciones fueron reprendidas; que tenía que ser mi marido. Siempre en los tratamientos de formalidad y rigidez. Había afecto con palabras o gestos, el papel de la mujer fue siempre para servir. Se solicitó su presencia sólo cuando sea necesario, la última vez fue a seguir para su cocina y domésticos.Pensamentos asuntos, sentimientos o resentimiento permanecía guardado porque no podían manifestarse. Tiempo dictada por el machismo menudo madre e hija se convirtió en confidente de sus propias penas y dolores, que suprimieron, sufrido el autoritarismo de los hombres.
   Ahora casarse también, pero con una visión diferente de la sumisión de una vez si antes de la separación era una palabra prohibida en los tiempos modernos es que más uso entre parejas jóvenes. Con una vida más enfocada a la realización de sus sueños, la mujer moderna luchan para estudios, oportunidades de trabajo, mejores condiciones de vida y un futuro mejor para la pareja. En el pasado las mujeres no pudieron trabajar y estudiar, hoy ella tiene libre acceso a los estudios y el trabajo, contribuyendo así a mejorar la calidad de vida familiar.
   La libertad femenina en realidad no añade nada a las mujeres algo nuevo, pero los devuelve por la justicia toda ley que durante siglos había sido negado. Hoy las mujeres a lograr sus sueños de independencia financiera con cierta comodidad, sin ser impedido la búsqueda de esta condición para usted. El acceso a la educación se ha convertido en un derecho ejercido por la mayoría de las mujeres y se puede encontrar trabajo durante el día y la noche de la universidad asistir o complementar estudios en áreas técnicas.
   Con estos cambios en los derechos de las mujeres, hoy en día las familias a ver a la mujer con orgullo en sus logros y reconocen la capacidad de trabajo y la inteligencia de los estudios. Un logro que tardó siglos en conseguir, pero trajo a las mujeres de nuestro siglo todos heredados de la ley que había quedado en el pasado. Ser mujer hoy es ser más frágil, pero, sobre todo, ser guerrero luchando. Usted plantea con valentía la bandera dejada por nuestros antepasados ​​y que Finca marcar esto como el siglo de la victoria de la mujer. A pesar de no haber recibido las victorias que tenemos hoy en día, las mujeres que han sufrido antes que nosotros estamos representados en cada hogar, en cada lugar de trabajo, en cada escuela por sus nietas, frutas mucha paciencia y la estrategia para que pudieran llegar a tener el baluarte de la conquista en las manos. Podemos celebrar, sonreír y celebrar todo lo que hemos logrado gracias a una lucha sin cuartel y al final, una victoria merecida.

     Texto escrito por Lucy Couto. Derechos de autor reservados por el autor. La copia, collage, reproducción o divulgación de cualquier tipo en cualquier medio, de todo o parte de este trabajo sin permiso del autor bajo pena de violación de la legislación brasileña y Protección Internacional de los Derechos de Propiedad Intelectual.

Busque por Tag

. desejo ardente # você sabia #2016 #a discussão das frutas #a distancia #a família que fazia pães. #a professora da zona rural #a viagem de Vitor #açucar #adrielli #água #ajuda #ajuda. #alimentação #amor #amor criança. #amor em família #amor forte #amor que morre #amor# essencia #amor#saudade #amores. #Artigo #aventura #aventura # no # bosque #aventuras #aventuras. #beleza #beleza. #beleza.#curiosidades. #bicarbonato #boas festas. #brasileira #buquê #buquê de rosas#e crisântemos.# #cabelos #cereais #céu sem estrelas #chá caseiro #chuva. #comportamento #Compositora #conto #contos #contos. #contos#historias#romances#aventuras#ficção #contos#historias#romances#aventuras#informação #contos#historias#romances#aventuras#informação. #contos#historias#romances#aventuras#informação#ficção #coração sofredor #coração solitário #corações #culinaria #curiosidade #curiosidades #curiosidades. #curiosidaes #diante do sol #dica #dicas #dicas #curiosidades #dicas. #dicas#culinária #doce olhar #Doiscaminhos #escritoraluziacouto #estrada. #ficção #ficção. #flores #flores. #fogodas paixões #folhas #guerras e paz #historia #historias #homenagem #incertezas #incertezasrazões #infância #informação #insônia #jardim. #lembranças #liberdade #limão. #litaratura #literartura #literatura #livros #luziacouto. #maio #maquiagem #maquiagem. #Maranhão #Maria #Matéria #mensagem #mesmo que eu peça #milagre #mulher #mulher. #Música #natal #natureza #nobre coração #noite #noivas#maria #o homem que dizia não acrediatr em Deus #olhos #onde mora a saudade #os olhos apaixonados #papel alumínio #pedras no caminho #pensamentos #pensamentos2 #pensando #poema #poesia #pratos #prosa #receita #receitas #receitas #dicas#culinária #reflexão #romance #romance. #romances #romances. #romances.. #rosa #roxa # orvalhada #rosas #roseiras em aquarela #saúde #saúde.#contos. #sementes #sentimentos #sol #solidariedade. #sonhos #tempo. #terceira idade #terra #tipicos#Minas #truque #truques #truques. #uso #verão #versos #vida #vinagre #você sabia #você sabia. #Vulcão A saga do heróico povo brasileiro Alegria no porvir Alimento Alimentos Amigo fiel Amigos amor Amor de aço Amor de vida Aos nossos leitores arte avenida brasil bienal do livro em Aracaju Blogosferas BlogUpp BlogUpp the best of world Bravo sertanejo Brazil Tony Casanova Brazilian Literature careteira de habilitação Choro da liberdade cnh Conto Conto A mala de Juca Pitão crônica cultura Descrição da vida Dica Dicas para leitores Esperança Estória etiquetas sociais para redes sociais Falsidade Ficção formula formula do amor Humor Indicados Informações úteis Isabella literartura literatura Mãe é assim Melhor blogosfera Meninos de Aracajú Menopausa Milho Minha cor minha flor Minha princesa encantada novela das nove o que eles precisam saber sobre elas opinião Perfeita Plumas da alma poema no limiar da primavera poesia Poet of Sergipe Por quem chora a vela Prosa qual imagem voce deixa de si mesmo Rosa do desejo Selma Mendonça será? Sonhos largados Telenovela avenida brasil Tempo Texto texto tudo começa no primeiro gole Valdira Figueiredo Egoismo Verso vida Voto o quarto poder