Breaking

A saúde da mulher HPV.

   HPV. Human Papiloma Virus, ou HPV,
É um vírus que vive na pele e nas mucosas dos seres humanos, tais como vulva, vagina, colo de útero e pênis. É uma infecção transmitida sexualmente (DST). A ausência de camisinha no ato sexual é a principal causa da transmissão.
Também é possível a transmissão do HPV de mãe para filho no momento do parto, devido ao trato genital materno estar infectado. Entretanto, somente um pequeno número de crianças desenvolve a papilomatose respiratória juvenil.
O HPV pode ser controlado, mas ainda não há cura contra o vírus. Quando não é tratado, torna-se a principal causa do desenvolvimento do Câncer de colo do útero e do Câncer de Garganta. 99% das mulheres que possuem Câncer de colo do útero foram infectadas por esse vírus.
Fonte: Dr. Sergio dos Passos Ramos CRM17.178 – SP

sintomas

O HPV pode ser sintomático clínico e subclínico. Quando sintomático clínico, o principal sinal da doença é o aparecimento de verrugas genitais na vagina, pênis e ânus.
É possível também o aparecimento de prurido, queimação, dor e sangramento. Espalham-se rapidamente, podendo se estender ao clitóris, ao monte de Vênus e aos canais perineal, perianal e anal. Essas lesões também podem aparecer na boca e na garganta do homem e da mulher.
Nos homens, a maioria das lesões se encontra no prepúcio, na glande e no escroto. As verrugas apresentam um aspecto de uma couve-flor.
Já os sintomas do HPV subclínico (não visível a olho nu) podem aparecer como lesões no colo do útero, na região perianal, pubiana e ânus.

DIAGNÓSTICOS

O HPV pode ser diagnosticado através do exame ginecológico e de exames laboratoriais, como Papanicolau, colposcopia, peniscopia e anuscopia.
Deve-se realizar diagnóstico diferencial com outras lesões papilomatosas, incluindo variações anatômicas (glândulas sebáceas, pápulas perláceas do pênis), outras doenças infecciosas e neoplasias.
Diagnóstico Diferencial de Condiloma Acuminado
Doenças Sexualmente Transmissíveis
  • Condiloma plano (síflis) – lesão de base larga com superfície lisa.
  • Herpes simples vírus (HSV) – erupção vesiculosa com base eritematosa e ulcerações.
  • Molusco contagioso – pápulas amareladas com umbilicação central.
Lesões Benignas Comuns na Pele
  • Querastoses seborréticas – lesões hipertróficas de superfície rugosa.
  • Nevos-lesões tipicamente elevadas, porém tipos pedunculados podem ocorrer.
  • Pápulas perláceas do pênis – pápulas circunscritas, com 1 a 2mm de diâmetro, usualmente sobre a porção proximal de glande.
Neoplasias (se houver suspeita, a biópsia se faz necessária)
  • Papulose boewnóide – carcinoma in situ,pápulas rugosas únicas ou múltiplas, de 2 a 4mm de diâmetro, variando de cor da pele a vermelhos-acastanhado, recalcitrante às terapias habituais para verrugas.
  • Melanona maligno – tipicamente único, pode ser plano ou elevado com variação na cor e formato.
  • Condiloma gigante ou tumor de Buschke-Lowenstein – lesão maligna de baixo grau, localmente invasiva que pode surgir como condiloma pedunculado.
Fonte: Dr. Sergio dos Passos Ramos CRM17.178 – SP

EXAMES

O HPV pode ser identificado por meio de lesões que aparecem ao longo do trato genital, podendo chegar até o colo do útero. Ao perceber essas alterações nos exames ginecológicos comuns, o médico poderá solicitar mais exames para confirmar o diagnóstico. Conheça os principais:
Papanicolau: exame preventivo mais comum, detecta as alterações que o HPV pode causar nas células e um possível câncer, mas não é capaz de diagnosticar a presença do vírus. Recomenda-se que as mulheres realizem anualmente a partir dos 25 anos. Com dois resultados negativos, a periodicidade do exame passa a ser a cada três anos, conforme as diretrizes do Ministério da Saúde.
Colposcopia: feito com um aparelho chamado colposcópio, que aumenta a visão do médico de 10 a 40 vezes, o exame permite a identificação de lesões na vulva, na vagina e no colo do útero. A colposcopia é indicada nos casos de resultados anormais do exame de Papanicolau, para saber a localização precisa das lesões precursoras do câncer de colo do útero. Após a identificação das regiões com suspeita de doença, remove-se um fragmento de tecido (biópsia) para confirmação diagnóstica.
Detecção molecular do HPV
Captura Híbrida: é um teste qualitativo de biologia molecular. A técnica investiga a presença de um conjunto de HPV de alto risco, mesmo antes da manifestação de qualque sintoma, por meio da detecção de seu DNA, confirmando ou descartando a existência da infecção do vírus. Para realizá-la, o médico deve obter material da região genital ou anal por meio de uma escovinha especial, que é enviada para análise laboratorial.
PCR (reação da cadeia de polimerase): por meio de métodos de biologia molecular com alta sensibilidade, esse teste detecta a presença do genoma dos HPV em células, tecidos e fluidos corporais. É capaz de identificar a presença de praticamente todos os tipos de HPV existentes.
Fonte:
Instituto do HPV. Guia do HPV. Disponível em: < http://www.incthpv.org.br/SobreHpv/Default.aspx>  Acesso em: 29 de mai. 2013.
Varella, D. HPV (Papilomavírus Humano). Disponível em: <http://drauziovarella.com.br/sexualidade/hpv-papilomavirus-humano/>. Acesso em: 10 de jun. 2013.
Ministério da Saúde. Condiloma acuminado (HPV). Departamento de DST, Aids e Hepatite.  Disponível em: <http://www.aids.gov.br/pagina/condiloma-acuminado-hpv>. Acesso em: 12 de junho de 2013.

PREVENÇÃO

Para evitar o aparecimento do HPV recomendam-se os seguintes cuidados:
  • Uso de camisinha masculina, para todos os tipos de relações sexuais (oral, anal, genital);
  • Uso de camisinha feminina;
  • Vacina quadrivalente (previne contra o HPV 6,11,16 e 18) ou bivalente (contra o HPV 16 e 18);
  • Rotina do exame preventivo (Papanicolau);
  • Evitar fumar, beber em excesso e usar drogas, pois essas atividades debilitam o sistema de defesa do organismo, tornando a pessoa mais susceptível ao HPV.
Fonte: Dr. Sergio dos Passos Ramos CRM17.178 – SP

TRATAMENTOS E CUIDADOS

Na maioria dos casos, o HPV não apresenta sintomas e é eliminado espontaneamente pelo corpo. Entretanto, de 30 a 40% dos tipos existentes de HPV podem afetar as áreas genitais de ambos os sexos, provocando lesões como as verrugas genitais e as alterações pré-cancerígenas no colo do útero. A forma de tratamento deverá ser escolhida levando-se em conta a idade da paciente, o tipo de HPV, a extensão e a localização das lesões.
Verrugas genitais
O tratamento para as verrugas genitais é bastante trabalhoso, já que elas podem voltar a aparecer várias vezes em até 50% dos casos, exigindo muitas aplicações, ao longo de semanas ou meses. É importante ter disciplina e paciência. Pode ser feito por laser, crioterapia (congelamento) ou cirurgia com uso de anestésicos locais. Podem ser utilizadas substâncias químicas diretamente nas verrugas, como a podofilina e seus derivados, e o ácido tricloroacético. Além disso, existem compostos que estimulam o sistema imune quando aplicados topicamente.
Câncer de colo de útero
O tratamento depende do estágio do câncer. Em alguns casos em que o câncer está restrito ao revestimento do colo do útero, o médico pode conseguir removê-lo completamente, por meio de bisturi ou excisão eletrocirúrgica.
Como o câncer pode reincidir, os médicos aconselham as mulheres a retornarem ao controle e à realização do exame de Papanicolau e da colposcopia a cada seis meses. Após dois resultados negativos, o seguimento passa a ser a cada três anos.
Quando o câncer se encontra em um estágio mais avançado, a histerectomia radical (cirurgia para a retirada do útero e das estruturas adjacentes) e a remoção dos linfonodos são necessárias. A radioterapia é altamente eficaz no tratamento do câncer de colo do útero avançado que não se disseminou além da região pélvica. Apesar de a radioterapia geralmente não provocar muitos problemas imediatos, pode irritar o reto e a vagina. Uma lesão tardia da bexiga ou do reto pode ocorrer e, geralmente, os ovários deixam de funcionar. Quando há disseminação do câncer além da pelve, a quimioterapia é algumas vezes recomendada.
Fonte:
Instituto do HPV. Guia do HPV. Disponível em: < http://www.incthpv.org.br/SobreHpv/Default.aspx> Acesso em: 29 de mai. 2013.
Varella, D. HPV (Papilomavírus Humano). Disponível em: <http://drauziovarella.com.br/sexualidade/hpv-papilomavirus-humano/>. Acesso em: 10 de jun. 2013.
Cuidados
Usar camisinha em todas as relações sexuais é importantíssimo para prevenir a transmissão do HPV e outras doenças. No caso do HPV, existe ainda a possibilidade de contaminação por meio do contato de pele com pele, e pele com mucosa. Isso significa que qualquer contato sexual – incluindo sexo oral e masturbação – pode transmitir o vírus. O contágio também pode ocorrer por meio de roupas e objetos, o que torna a vacina um elemento relevante da prevenção, bem como a prevenção e tratamento em conjunto do casal.
A vacina contra o HPV pode prevenir diversas doenças causadas pelo vírus. Conheça as indicações aprovadas pela Anvisa no Brasil, segundo o Guia do HPV:
Vacina Bivalente
Vacina Quadrivalente
Indicação
Contra HPV 16 e 18Para mulheres de 10 a 25 anosTrês doses (hoje, 1 mês e 6 meses)
Contra HPV 6, 11, 16 e 18Para mulheres e homens de 9 a 26 anosTrês doses (hoje, 2 meses e 6 meses)

Cânceres e lesões pré-cancerosas
Colo do útero: previne até 70% dos casos
Colo do útero: previne até 70% dos casosVulva: previne até 50% dos casosVagina: previne até 60% dos casos
Ânus: previne até 90% dos casos
Verrugas genitais
Previne até 90% dos casos
Conviver com qualquer doença exige responsabilidade. Muitas vezes, receber um diagnóstico de uma doença sexualmente transmissível tem um impacto emocional muito negativo. Por isso, é importante fazer o acompanhamento ginecológico recomendado e seguir o tratamento conforme orientação médica. Além disso, busque maneiras de falar sobre isso, com amigos, familiares e profissionais de saúde de sua confiança. Para manter uma vida sexual saudável e prazerosa, é preciso cuidar de si mesmo e do parceiro, encarando as situações difíceis com responsabilidade.
Essas e outras recomendações você pode buscar em sites especializados, mas é importante sempre confirmá-las com seu médico de confiança, que avaliará seu caso individual.
Fonte:
Instituto do HPV. Guia do HPV. Disponível em: < http://www.incthpv.org.br/SobreHpv/Default.aspx>  Acesso em: 29 de mai. 2013.


CONVIVENDO

A infecção genital por HPV por si só não contraindica uma gravidez. Se existirem lesões induzidas pelo HPV (tanto verrugas genitais como lesões em vagina e colo), o ideal é tratar primeiro e depois engravidar.
Se ocorrer a gravidez na presença dessas lesões, não existem grandes problemas; porém, as verrugas podem se tornar maiores em tamanho e quantidade devido ao estímulo hormonal característico da gestação. Nessa situação, podem existir maiores dificuldades no tratamento, e o médico avaliará se é possível a realização de parto normal ou não.
Existe a possibilidade de o HPV ser transmitido para o feto ou recém-nascido e causar verrugas na laringe do recém-nascido e/ou verrugas na genitália. O risco parece ser maior nos casos de lesões como as verrugas genitais. Mesmo nesses casos, o risco de ocorrer esse tipo de transmissão é baixo.
É muito importante que a gestante informe ao seu médico, durante o pré-natal, se ela ou seu parceiro sexual já tiveram ou têm HPV.
Fonte: Dr. Sergio dos Passos Ramos CRM17.178 – SP


Busque por Tag

. desejo ardente # você sabia #2016 #a discussão das frutas #a distancia #a família que fazia pães. #a professora da zona rural #a viagem de Vitor #açucar #adrielli #água #ajuda #ajuda. #alimentação #amor #amor criança. #amor em família #amor forte #amor que morre #amor# essencia #amor#saudade #amores. #Artigo #aventura #aventura # no # bosque #aventuras #aventuras. #beleza #beleza. #beleza.#curiosidades. #bicarbonato #boas festas. #brasileira #buquê #buquê de rosas#e crisântemos.# #cabelos #canção. #cereais #céu sem estrelas #chá caseiro #chuva. #comportamento #Compositora #conto #contos #contos. #contos#historias#romances#aventuras#ficção #contos#historias#romances#aventuras#informação #contos#historias#romances#aventuras#informação. #contos#historias#romances#aventuras#informação#ficção #coração sofredor #coração solitário #corações #culinaria #curiosidade #curiosidades #curiosidades. #curiosidaes #diante do sol #dica #dicas #dicas #curiosidades #dicas. #dicas#culinária #doce olhar #Doiscaminhos #entardecer. #escritoraluziacouto #estrada. #ficção #ficção. #flores #flores. #fogodas paixões #folhas #guerras e paz #historia #historias #homenagem #incertezas #incertezasrazões #infância #informação #insônia #jardim. #lembranças #liberdade #limão. #litaratura #literartura #literatura #livros #luziacouto. #maio #maquiagem #maquiagem. #Maranhão #Maria #Matéria #mensagem #mesmo que eu peça #milagre #mulher #mulher. #Música #natal #natureza #nobre coração #noite #noivas#maria #o homem que dizia não acrediatr em Deus #olhos #onde mora a saudade #os olhos apaixonados #papel alumínio #pedras no caminho #pensamentos #pensamentos2 #pensando #poema #poesia #pratos #prosa #receita #receitas #receitas #dicas#culinária #reflexão #romance #romance. #romances #romances. #romances.. #rosa #roxa # orvalhada #rosas #roseiras em aquarela #saudade #saúde #saúde.#contos. #sementes #sentimentos #sol #solidariedade. #sonhos #tempo. #terceira idade #terra #tipicos#Minas #truque #truques #truques. #uso #verão #versos #vida #vinagre #você sabia #você sabia. #Vulcão A saga do heróico povo brasileiro Alegria no porvir Alimento Alimentos Amigo fiel Amigos amor Amor de aço Amor de vida Aos nossos leitores arte avenida brasil bienal do livro em Aracaju Blogosferas BlogUpp BlogUpp the best of world Bravo sertanejo Brazil Tony Casanova Brazilian Literature careteira de habilitação Choro da liberdade cnh Conto Conto A mala de Juca Pitão crônica cultura Descrição da vida Dica Dicas para leitores Esperança Estória etiquetas sociais para redes sociais Falsidade Ficção formula formula do amor Humor Indicados Informações úteis Isabella literartura literatura Mãe é assim Melhor blogosfera Meninos de Aracajú Menopausa Milho Minha cor minha flor Minha princesa encantada novela das nove o que eles precisam saber sobre elas opinião Perfeita Plumas da alma poema no limiar da primavera poesia Poet of Sergipe Por quem chora a vela Prosa qual imagem voce deixa de si mesmo Rosa do desejo Selma Mendonça será? Sonhos largados Telenovela avenida brasil Tempo Texto texto tudo começa no primeiro gole Valdira Figueiredo Egoismo Verso vida Voto o quarto poder